Sete Vidas

Para os desavidados o nome pode bem soar como uma novela do Manoel Carlos, mas não é o caso. Dirigido por Gabriele Muccino, (“À Procura da Felicidade“) novamente assistimos a Will Smith bancando um cara que vive em dificuldades e parte em busca de algo maior, no caso ajudar a salvar a vida de sete desconhecidos.

A dobradinha de Muccino e Smith funciona. Pode até ser previsível para a grande maioria, mas não deixa de ser um filme que emociona. Falha em tentar arrancar lágrimas, mas pelo menos uma leve reflexão do espectador é facilmente conseguida. O personagem de Smith, um agente da receita federal, passa a buscar alívio em pessoas desconhecidas e que podem ser ajudadas. Mas não é qualquer pessoa. Ele faz testes para saber como é a verdadeira personalidade da “vítima”, tenta puxar até o limite (como na cena em que humilha o atentende cego do telemarketing) para saber se vale a pena ceder algo para cada um deles.

Sete Vidas deve ser visto num dia chuvoso e calmo. Não se deve esperar muito e nem assistir distraído, a história é meio fragmentada no inicio e chega a confundir. Um dos defeitos do filme. Mas a sensação de confusão vai diminuindo com o passar do tempo e ainda somos premiados com a canção “Feeling Good” dos britânicos do Muse em uma bela sequência.

Eu recomendo!

Ficha Técnica:
Sete Vidas (Seven Pounds, 2008)
Dirigido: Gabriele Muccino
Roteiro: Grant Nieport
Genêro: Drama
Elenco: Will Smith, Rosário Dawson
Trailer

  • Mel

    Suspeita para fazer elogios, pois sendo fã de Will Smith, procuro assistir a todos os filmes que ele participa. E acabo gostando de todos, por suas brilhantes atuações. Sete Vidas foi mais um!
    E feeling good foi uma surpresa pra mim, acrescentou ainda mais ao filme!
    Aplausos para a maravilhosa atuação de Rosario Dawson.

    Bjão tt.

  • Fla

    Muito booooom!

    Ou, me conta em qual filme que também tinha “For Your Consideration”! Foi em Peixe Grande?

  • Tales.Santana

    Não gosto do Will Smith, não gosto do Muse, mas Sete Vidas foi surpreendente, o roteiro é ótimo e entusiasmante.
    Sempre achei que quem conseguiu estragar o Em Busca Da Feilicidade foi o elenco… e prefiro Feeling Good na voz da Nina Simone.

    😀

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.