Sid e Nancy

Hoje é aniversário do lendário baixista Sid Vicious. Famoso por ser a atitude punk dos anos 70 e por ser mais reconhecido que o vocalista de sua banda, o cara viveu um dos relacionamentos mais insólitos da música. Quem acha que John Lennon e Yoko Ono ou Kurt Cobain e Courtney Love causaram tumulto, é porque nunca ouviram falar de Vicious e sua Nancy Srungen. Pensando nessa história de amor destrutiva, o diretor Alex Cox (Medo e Delírio) chamou o ator Gary Oldman para o papel principal e decidiu contar a versão punk do clássico Romeu e Julieta.

Mostrando a partir do primeiro encontro do casal e passando pelos excessos com drogas e violência, Sid e Nancy – O Amor Mata é um daqueles filmes indispensaveis para os fãs da banda ou de música em geral. É aquela velha história de chegar no auge e destruir tudo até ficar no fundo do poço viciados em drogas e dependendo dos traficantes e dos “loucos” que tem a audácia de contratar o musico para uma apresentação.

Genial.

  • João

    gary oldman é sempre foda…

  • 2T

    sempreeeeeeeee

  • Dri

    *_*

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.