Um Método Perigoso | Cinema de Buteco
Drama

Um Método Perigoso

UMP1 Um Método Perigoso

UM MÉTODO PERIGOSO É UM FILME sobre várias coisas: História, Psicanálise, romance, polêmicas. O diretor David Cronenberg é conhecido por dirigir filmes “viscerais, pervertidos, bizarros e provocantes”, segundo nosso querido 2T Dias, e se olharmos Um Método Perigoso mais atentamente podemos perceber alguns desses elementos. O filme conta a história confusa e polêmica do rompimento entre Sigmund Freud e Carl Jung por divergências ideológicas e, por consequência, práticas, como pano de fundo (ou não tão fundo assim) para o envolvimento entre Jung e Sabina Spielrein, sua mais célebre paciente. Muitos desses aspectos são retratados fielmente no filme, como o método jungiano de associação de palavras, o primeiro encontro entre Freud e Jung, a ida à conferência na América e etc.

Vale ressaltar que essa não é a primeira vez que essa história é contada, mas com um certo foco na história verídica e na intensa relação Freud-Jung, é a primeira vez. A história de Jung e Sabina foi contada em A Jornada da Alma (2002) pelo italiano Roberto Faenza, e tem foco exclusivo no suposto romance dos dois, deixando de lado a história de Freud e da Psicanálise, e com um Jung (Iain Glen) sexy e bonitão e várias cenas de sexo.

UMP1 Um Método Perigoso

A Psicanálise de Freud surge em busca da compreensão dos processos que levam ao adoecimento psíquico, dos desejos reprimidos pela consciência, que se verificou serem de cunho sexual. O desejo sexual para Freud é também aquilo que nos move. Assim como Freud, Jung estudava e tratava de pacientes histéricas e uma de suas pacientes, foi Sabina Spielrein. Reza a lenda que durante seu tratamento com Jung, Sabina envolveu-se emocional e sexualmente com o mesmo, o que transformou a relação dos dois numa intensa troca (não só de fluídos). Troca esta que se deu não só entre eles, mas também com a psicanálise, e seus efeitos chamaram a atenção de Freud, com quem Jung e, posteriormente, Sabina, se comunicavam através de cartas.

Pra contar uma das histórias mais badaladas da psicanálise, Cronenberg escolheu um elenco também badalado, que conta com Viggo Mortensen no papel do Freud, Keira Knightley no papel da Sabina Spielrein, e o “MALAVILOSO DEUS FORTE CONSELERO E PRÍNCIPE DA PAAAAAAAZ” Michael Fassbender pra fazer o papel do Jung. Aliás, notem aqui também a presença de um Jung sexy e bonitão! Tirando a representação sexy do Jung, podemos ver que houve um grande esforço na caracterização dos personagens: o Freud do Mortensen está idêntico não só na imagem, mas nos trejeitos e nos comportamentos caricaturados nas cenas onde Freud aparece fumando seu charuto ou com poucas palavras e muitos “hum”. Já as cenas tórridas comuns aos filmes do diretor não aparecem em Um Método Perigoso, mas a tensão entre os personagens é percebida de outras formas: através de cenas de longas discussões, as trocas de olhares fumegantes (de ódio ou paixão), ou nos conflitos que o personagem do Jung apresenta.

UMP1 Um Método Perigoso

A galera sabe que eu “atoron perigon”, mas esse perigo aí eu aproveitaria melhor com o “Fassy” ao meu lado. O filme não tem muitas falhas históricas (pelo que me foi dito), acho que um leigo conseguiria entender sem problemas essa fatia da história da Psicanálise. As caracterizações estão impecáveis, e o triângulo nada convencional formado pelos três é de fato muito interessante. Mas, infelizmente, o filme não me moveu. É um filme interessante, mas eu fiquei com um gostinho de “quero mais”, mas como isso faz parte da mim, como “ser pulsional” que sou, assista você ao filme e se satisfaça ou não. É um bom filme.

Uma observação: não sou especialista no assunto, mas uma coisa eu posso afirmar que está errada: Jung não é “o maior psicólogo da história”, gente. Em cinco anos de faculdade, 90% das vezes que eu ouvi falar do Jung foram quando contaram a mesma história do filme. Ele é sim subestimado no meio por suas ideias “holísticas e esotéricas”, não valorizado por ser “o maior psicólogo da história”.

UMP1 Um Método Perigoso

Título original: A Dangerous Method

Direção: David Cronenberg

Produção: Jeremy Thomas

Roteiro: Christopher Hampton

Elenco: Michael Fassbender, Keira Knightley, Viggo Mortensen

Lançamento: Setembro de 2011 (Festival de Viena)

Nota:        UMP1 Um Método Perigoso

Ju Lugarinho

Ju Lugarinho é aspirante a psicóloga e amante...: da fotografia, do cinema, da música e, principalmente, dos bons chocolate. Adora todo babado e confusão, e suporta muito bem as criancinhas.
Parte da elite carioca do Cinema de Buteco, só funciona sob pressão, e no Buteco escreve sobre aqueles filmes que todos amam, ou odeiam, tanto faz.