Uma Babá Quase Perfeita

É um prazer relembrar de um filme que marcou tanto minha infância, e que consolidou Robin Williams como um grande ator de comédias. Dirigido por Chris Columbus, o filme é de 93.

Daniel (Robin Williams) se divorcia da mulher Miranda (Sally Field) e perde a guarda dos filhos e, com isso, seu tempo com eles fica muito limitado. Ele tem então uma idéia inusitada: ao saber que a ex-mulher está à procura de uma babá, Daniel vai até seu amigo e diz que quer se tornar uma mulher. Transformação pronta, agora é ser contratado. Ou contratada.

E realmente, qual babá seria tão perfeita? Logo de cara, Mrs Doubtfire conquista a confiança de Miranda e a simpatia das crianças. Sabe passar, lavar, arrumar, cozinhar, andar de bicicleta, jogar futebol, entre outras aptidões. Claro que isso é um convite para confusões, que nos dão excelentes cenas e muitos risos, como a parte que ela queima os peitos ou a parte que a dentadura cai no copo.
Com o decorrer do filme, Mrs Doubtfire vai sendo desmascarada, com Daniel se enrolando com a fantasia: quem não lembra da cena clássica da babá fazendo xixi em pé? Ou da cena em que tanto Daniel quanto Mrs Doubtfire são convidados para jantar? Muito bom hahahahaha.

Tá, é um filme bem Sessão da Tarde, mas marcou época. Não consigo me cansar dele!

Ficha Técnica
Título Original: Mrs. Doubtfire
Gênero: Comédia
Tempo de Duração: 126 minutos
Ano de Lançamento (EUA): 1993
Direção: Chris Columbus
Roteiro: Leslie Dixon e Randi Mayem Singer, baseado no livro de Anne Fine
Produção: Mark Radcliffe, Marsha Garces Williams e Robin Williams
Música: Howard Shore

Trailer


Piadas a parte… hahahahahahahahhahahaha

Redação do Buteco

Cinema por quem entende mais de mesa de bar.