Crítica: Atividade Paranormal: Marcados Pelo Mal, de Chris Landon
Críticas de filmes Terror

Atividade Paranormal: Marcados Pelo Mal

atividadeparanormalmarcadospelomal_1 Atividade Paranormal: Marcados Pelo Mal

ATIVIDADE PARANORMAL, não importa se na versão oriental, norte-americana ou latina, sempre será a mesma coisa. O filme mais recente da franquia (o sexto) é um spin-off latino, mas preserva a essência dos projetos anteriores e investe no found footage e nos sustos. Desta vez, a “ação” não para e não existem momentos em que a câmera fica parada explorando o ambiente. Ou o nada.

A trama apresenta uma espécie de vizinhança do Chaves, mas no gueto de uma cidade norte-americana. O passatempo dos jovens é azucrinar a tia estranha que fica fechada no apartamento o dia inteiro e de vez em quando dá uns gritos malucos. Num belo dia, a tia gorda maluca cai dura no chão e umas coisas muito esquisitas começam a acontecer com um dos adolescentes. Não demora muito para descobrirmos que ele foi “marcado” (ou mordido, na verdade) pelo mal e terá o mesmo destino de todo mundo dos filmes anteriores. Que dó, que dó.

É um grande avanço para a série deixar de ser um filme estático. Não que isso fosse chato, já que demandava muito o uso da audição para sentirmos o que realmente estava acontecendo em cena. Na verdade, a maioria do público reclamava justamente disso. “Falta ação, não acontece nada”, quando na verdade as coisas que aconteciam era sutil demais para serem percebidos por todos os espectadores. Atividade Paranormal: Marcados Pelo Mal tem muito mais emoção que todos os outros exemplares da série, só que conta com os protagonistas mais chatos também. Ou seja, compensa por um lado e estraga do outro. Fica difícil ser feliz, né?

atividadeparanormalmarcadospelomal_1 Atividade Paranormal: Marcados Pelo Mal

Quem viu Poder Sem Limites irá notar uma certa semelhança com o que é apresentado no terror. Por algum motivo que me escapa a compreensão, Atividade Paranormal adquiriu uma pegada mais jovem, como se os personagens realmente estivessem se divertindo com aquilo tudo que acontece em cena. Meio ridículo para ser sincero.

Em compensação, nenhum outro longa-metragem da franquia Atividade Paranormal reserva tantos sustos para os espectadores mais impressionáveis. São várias cenas capazes de fazer o público dar saltos da cadeira e até gritar histericamente. Tudo isso torna convidativa a possibilidade de assistir Atividade Paranormal: Marcados Pelo Mal dentro uma sala de cinema cheia, mas então a gente é forçado a recordar que boa parte das pessoas que vão para o cinema preferem fazer bagunça do que prestar atenção. E nesse caso, assistir a um filme como Atividade Paranormal é um verdadeiro teste de paciência.

atividadeparanormalmarcadospelomal_1 Atividade Paranormal: Marcados Pelo Mal

Título original: Paranormal Activity: The Marked Ones
Direção: Christopher Landon
Gênero: Terror
Roteiro: Christopher Landon
Elenco: Andrew Jacobs, Jorge Diaz, Gabrielle Walsh
Lançamento: 12/1/2014
Nota:[tres]

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.