Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Coração Satânico

escrito em meados de 2008
Coração Satânico

Na Nova York de 1955, o detetive Harry Angel é contratado por um misterioso Louis Cyphre para descobrir o paradeiro de um cantor que está lhe devendo uma nota. Angel bem que tenta recusar no começo, mas o alto valor do trabalho acaba o convencendo. Enquanto passa a investigar, seus suspeitos começam a morrer inexplicavelmente e a trama vai ficando cada vez mais confusa até o seu desfecho.

- Advertisement -

Uau. Assim até parece ser um filme realmente de tirar o folego, não é verdade? Mickey Rourke, no auge de seu charme (o filme foi lançado um ano depois de Nove e meia semanas de Amor) e Robert de Niro, fazendo uma participação especial como Louis Cyphre, até que se esforçaram para salvar o longa de Alan Parker. Contudo, nem mesmo uma moreninha deliciosa tirando a roupa e protagonizando uma das cenas de sexo mais sinistras de todos os tempos (conheço uma pessoa que poderia ficar altamente excitada com todo aquele sangue rolando. e não, não sou eu) resolveu o problema maior de Coração Satânico. Parece que Alan Parker esqueceu de prestar atenção na direção de arte e em momento algum conseguiu convencer que a história não se passava em 1987, o ano em que o filme foi gravado.

Ouvi rumores de que Coração Satânico tem chances de ganhar um remake nos próximos anos. Quem sabe com uma nova roupagem a adaptação chegue a causar algum impacto? Pois esta versão, de bom mesmo, só o ator Mickey Rourke e as curtas cenas em que Robert de Niro aparece. O roteiro é previsível e chato. Independente do filme ser cult e considerado como um dos melhores exemplares de suspense/terror de todos os tempos, sou obrigado a nadar contra a maré e dizer que não gostei. Assista por sua conta e risco!

Coração Satânico Poster

 

Comentários