Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Evil Dead – A Morte do Demônio

Woa! A minha grande ambição de 2009 é cobrir todas as trilogias que fiquei devendo no cinema e alguns dos filmes históricos que não vi até hoje. O Poderoso Chefão, De Volta Para o Futuro e Platoon são alguns dos filmes da lista. Mas já que estou num momento bem trash gore, não hesitei em assistir um clássico do cinema de terror dirigido por Sam Raimi (Homem Aranha).

Evil Dead ou A Morte do Demonio é um filme tosco. Não tem enrolação, mas os personagens são idiotas e o final irritante. Muito se comenta sobre um remake, mas não sei se seria justo uma nova versão de um filme tão… singular. O elenco não merece citações. Nem mesmo do ator principal, Bruce Campbel.

- Advertisement -

A história é assim: cinco amigos vão passar a noite numa casa abandonada. Você bem tem a impressão de que vai ver peitos oitentistas, principalmente depois de prestar atenção nas roupas e cabelos dos personagens (ah, meu ascendente em escorpião me faz ser cruel às vezes. não dá para ignorar alguns detalhes), mas os jovens em questão não tem uma taxa elevada de libido. Chega a ser um tanto estranho já que eram dois casais e uma menina sobrando. Se fosse hoje em dia… Mas tudo que aparece é meio peito na sombra. Bem rápido. Já que estou com meus hormonios nas alturas, tenho que citar a sequência em que a menina vela (apelido carinhoso e para quem conseguir me imaginar agora, vou poupar a leitura de uma palavrinha que eu gosto bastante. apenas pensem na minha carinha inocente pensando coisas inocentes) é assediada por uma árvore. Sim. “As arvre somos nozes”. Barbárvore daria rodopios de ódio. Ou tesão. Sei lá o que se passa na cabeça de um ent.

Certo. Já esta sem noção demais para um único post. Se você nunca viu, assista! Mas não espere grandes coisas. E não, o ator principal não é clone do Jim Carrey.

Comentários