Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Star Wars – Episódio III: A Vingança dos Sith


Eis o filme que poderia ser equiparado com o episódio V! Em 5 filmes, todos devem ter se perguntado: COMO ANAKIN VIRA DARTH VADER?! COMO ELE SUCUMBE AO LADO NEGRO DA FORÇA?? E aqui vemos a fatídica cena, que ficou meio tosca, mas com um certo charme 😛

Pra abarrotar de vez sua conta, George Lucas nos brinda com o que seria o prelúdio da saga original de Star Wars. Assim como no Ataque dos Clones, neste episódio temos diversos pontos chave. Anakin se rende de uma vez ao lado negro da força, Padmé descobre estar grávida de nada mais nada menos que Luke e Léia (e como eles são separados), o Império dá o primeiro passo pra dominar toda a galáxia, temos a primeira aparição do Chewie, Mestre Yoda saindo na porrada com Palpatine, e os Jedi são praticamente exterminados.

Acredito que fazer a nova trilogia não deve ter sido um trabalho nada fácil, levando em consideração o carinho que todos os nerds têm pela trilogia original. Como citei em outros posts, a nova trilogia foi recebida com muita crítica. Mesmo assim, acredito que não teve ninguém que não gostou de pelo menos de um detalhe ou outro. Por exemplo, sabemos que Darth Vader era um badmotherfucker de primeira, mas ele sucumbiu ao lado negro apenas com o intuito de salvar Padmé. No começo claro. Depois ele chegou até a matar criancinhas. CARA, MATAR CRIANCINHAS! Ele não virou Lord Darth Vader de graça!

Bom, é isso aí. Jorginho satisfez muitos nerds fanáticos mostrando como muita coisa aconteceu e arrebatou outros milhares com essa trilogia mixuruca, mas que fez muito nerd assistir a trilogia antiga de novo e voltar a sonhar com a princesa Léia no Biquíne dourado! 3 Caipirinhas!


FICHA TÉCNICA:
Título Original: Star Wars – Episode III: Revenge of the Sith
Direção: George Lucas
Roteiro: George Lucas
Produção: Rick McCallum
George Lucas
Elenco: Ewan McGregor
Hayden Christensen
Natalie Portman
Ian McDiarmid
Frank Oz
Samuel L. Jackson
Christopher Lee
Duração: 140min
Lançamento: Maio/2005

Comentários