Hop – Rebeldes sem Páscoa | Cinema de Buteco
Comédia Infantil

Hop – Rebeldes sem Páscoa

por Lud
hop_film Hop – Rebeldes sem Páscoa


Dirigido por Tim Hill (responsável por filmes como “Muppets From Space” e “Alvin e os Esquilos”). Estrelando James Marsden (mais conhecido como Scott do filme “X-Men”) no papel de Fred, Russell Brand (comediante, ator, cantor e atual marido de Katy Perry) dublando a voz de Júnior, Kaley Cuoco (a Penny do seriado “The Big Bang Theory”), como a irmã de Fred, Hugh Laurie (famoso pelo seriado Dr. House), dublando a voz do Coelho da Páscoa e David Hasselhoff (apresentador e ex-jurado do American Idol), como ele mesmo.

  
Existem filmes para todos os gostos, assim como também existem filmes voltados para algumas datas comemorativas. Por exemplo, no Natal vemos os chamados filmes natalinos, mas e na Páscoa? Os filmes são chamados de pascoalinos? (Um momento de silêncio).
  
De qualquer forma, nesta Páscoa teremos que deixar um pouco Peter Rabbit como referência. O longa “Hop” é uma mescla de animação com mundo real, bem no estilo de “Alvin e os Esquilos”. Ainda não entendi o porquê do nome “Hop”, e que me perdoem os mais inteligentes.
  
Júnior é o filho do coelhinho da páscoa e seu pai anseia pelo dia em que o filho irá tomar o seu lugar. Porém, como todo adolescente rebelde, Júnior sonha em ser um grande e famoso baterista, e não o coelhinho da páscoa. Faltando poucos dias para a comemoração, Júnior decide fugir da Ilha da Páscoa e ir para Hollywood atrás de seu grande sonho. Ao chegar em LA, ele pega um mapa e vai até a mansão da Playboy (essa cena é engraçada, tem um âmbito de inocência pervertida, o coelhinho fica lá parado perguntando sobre a casa para um segurança que não o vê). Depois de uma tentativa frustrada, ele é atropelado por Fred (um rapaz que não quer nada com a dureza, e que alega não ter descoberto o emprego ideal. No momento do atropelamento, Fred estava indo em direção à mansão do chefe de sua irmã para tomar conta da casa durante sua ausência). O coelhinho aterroriza Fred, pois é um animal falante, mas com suas artimanhas ele acaba conseguindo autorização do rapaz para ficar na mansão.  Enquanto isso, na Ilha da Páscoa o pai de Júnior manda ativar o que podemos chamar de FBI dos coelhos para achar seu filho, e três coelhinhas chamadas de Boinas Rosa são escaladas como espiãs para ir até Hollywood. Ao mesmo tempo, Carlos, um pintinho que ajuda na organização da Páscoa, quer muito o lugar de Júnior e faz o possível para conseguir.   

Fred decide se livrar de Júnior, mas acaba não conseguindo e é obrigado a levá-lo até sua entrevista de emprego em uma empresa especializada em games. O coelho encontra um estúdio e toca bateria com um grupo, que lhe entrega um folheto falando sobre as audições de um programa chamado “Hoff reconhece seu talento”. O coelho vai até lá e ganha a chance de tocar ao vivo.   

Em meio à perseguição das Boinas Rosa, as escapadas de Junior, a tentativa de Carlos de usurpar um lugar que não lhe pertence, a preocupação do coelho da páscoa e a vida enrolada de Fred, temos um desfecho já bem previsível, mas vou deixar vocês tirarem suas próprias conclusões. O coelho é realmente fofinho e a trilha sonora em minha opinião é excelente, com uma música em especial que me chamou a atenção: We no Speak Americano – Yolanda Be Cool”. Um detalhe importante é o fato de cada vez mais animações tomarem um formato humano. Percebemos na personalidade e as vezes em algumas feições que as animações estão se tornando cada vez mais “humanizadas”. Se é bom ou ruim, realmente não sei, mas garanto que o longa arranca muitas risadas.

Divirtam-se e Boa Páscoa!
hop_film Hop – Rebeldes sem Páscoa

Lud

Comentários

  1. Se você tem um filho, um sobrinho ou um netinho, vá acompanha-lo ao cinema, mas não crie muitas espectativas. É um filme engraçadinho e não passa disso.