Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Mary e Max uma Amizade Diferente

 

Mary Daisy Dinkle

Baseado em uma história real, Mary e Max uma amizade diferente (2009) é uma animação australiana em stop-motion que conta a história de uma Garotinha australiana muito esperta e cheia de dúvidas sobre a vida chamada Mary Daisy Dinkle,  e um morador de Nova York chamado Max Jerry Horowitz um senhor de 44 anos que nasceu judeu, mas se tornou ateu. Além disso Max tinha sérios problemas para entender sinais não verbais (sindrome de Asperger) e portanto tinha sérias dificuldades para lidar com outras pessoas.

Max Jerry Horowitz


A descrição básica dos dois personagens relevantes da narrativa é essa, ou melhor esqueci de mencionar o fato de que ambos adoram os Noblets uma especie de Smurfs, só que marrons, que viviam em bules de chá e tinham muitos amigos, e por estes fatos Mary os adorava. Já Max gostava por que eles viviam numa estrutura social definida e articulada com conformidade aderente constante… E também por que eles tinham muitos amigos.

- Advertisement -

Os Noblets

Pronto agora sim terminei de descrever (basicamente) os dois personagens que ao longo de 26 anos trocaram cartas falando das coisas banais da vida e se tornam grandes amigos sem ao menos se conhecerem.
A interação entre os dois começa quando Mary decide descobrir de onde vinham os bebês na América, pois ela já sabia que na Austrália todos os bebes eram encontrados nas canecas de cerveja, e então escreve uma carta para um destinatário aleatório o nosso amigo Max.

Bebês Mary e Max
A principio Max fica aterrorizado com a ideia de receber uma carta de uma pessoa anonima, e mais ainda por estar perguntando uma coisa tão complexa como “de onde vem os bebês”.
Mas então Max toma folego e decide responder a carta pois era uma pergunta simples, e ele já conhecia a resposta desde os 4 anos, quando havia perguntado à sua mãe. (e provavelmente você também já deve saber)

Bebês Mary e Max

Os bebes na América nascem de ovos.
Se você for judeu, um rabino põe os ovos;
Se você não for judeu o ovo é chocado por uma freira católica;
E finalmente se você for ateu os ovos são botados por prostitutas sujas e solitárias.
 
A animação é linda com uma mensagem muito bonita de que as vezes basta um simples gesto para melhorar a vida daqueles que estão a sua volta.
 

 
Este filme vale 5 latas de leite condensado direto da lata e três cachorros quentes de chocolate!
 
 

Comentários