Meu Nome não é Johnny

Porque não tem como NÃO ter vontade de escrever sobre esse filme depois de assistí-lo. E se assim posso dizer sem que ninguém se ofenda, mais uma *obra prima* do cinema nacional. Eu, como grande fã de Selton Mello, não sou uma das melhores pessoas pra elogiar sua atuação; mas considero de longe o seu melhor trabalho.
Admito que mal sabia sobre o que era o filme. Tinha visto apenas alguns anúncios e entrevistas na tv e ouvido alguns poucos comentários sem graça que envolviam o termo *ambrosia*. Não sei porque tive tanta vontade de sair de casa e gastar meu último dinheiro pra ver um filme nacional no cinema. Não desmerecendo a produção nacional, mas em tempos em que se tem *Sweeney Todd* em cartaz rola uma concorrência desleal.
Para os mineiros, vale a pena comentar a reforma dos Cinemas do *Pátio Cidade*, oops!, Shopping Cidade. Realmente, a entrada nova engana super bem. *I wanna be a CINEMARK* total! Mas não se iludam. A sala 5 é a antiga 4 com poltronas novas. A tela continua pequena, o som ruim e os frequentadores suuper mal educados. Não vale a pena nem pra quem está *sem grana* e nesses casos eu sugiro o cinema do *Via Shopping*.
Mas não vamos perder o foco, minha gente! Não pretendo contar o filme aqui, mas se você ainda não viu, é provável que eu estrague a sua primeira surpresa! Mas olha só, se não é RODRIGO AMARANTE dando uma de *malandro-carioca-que-trafica* numa das primeiras cenas do filme. Não, não é porque eu sou uma fã histérica de Los Hermanos que vou dizer que a cena é perfeita, é porque ficou O MÁXIMO e pronto. E convenhamos que *Rubão* é um nome bem sugestivo pra um traficante da década de 80. Pois então, surpresa estragada!
Acabei de encomendar o livro, portanto não sei dizer se o filme foi fiel ou não a obra. Mas tem uma trilha sonora apaixonante, que conta com uma música de autoria do próprio Johnny. E se o Selton Mello lançar um disco, eu compro! Porque não tem como não se apaixonar pela hora que ele resolve cantar no filme.
Na verdade, é um filme muito apaixonante. Daqueles que dá vontade de ver um monte de vez no cinema, comprar o dvd e o livro, guardar pros filhos e usar uma camiseta com o cartaz. Não vou estragar mais surpresas. Mas se você ainda não viu, corre pro cinema. E se já viu, diga o que achou. Mas eu fico por aqui porque *meu nome não é magui e eu não sou crítica de cinema!*
Mais informações, fale com o Johnny, o *de verdadinha* : http://www.meunomenaoejohnnyfilme.com.br/blogjohnny/

… Valew e até mais!

  • Droga, não vi o filme e já saiu de cartaz aqui perto…
    =?
    Acho q vou ter q ver em casa! shit!
    Inveja!
    (6)

Redação do Buteco

Cinema por quem entende mais de mesa de bar.