Cinema por quem entende mais de mesa de bar

O Casamento do Meu Melhor Amigo

O Amor é Brega como assim como todos nós!

 

Nessa época do ano, nesse clima de romance, todos embregam de vez e assumem na cara dura todos os seus “Guilty Pleasures”, então por que não dizer: O Casamento do Meu Melhor Amigo é sim o meu filme favorito! Sei que nunca mais serei respeitado por esta equipe, que serei vitima de Bullyng uma eternidade e que perderei toda minha credibilidade. Mas não tem como fazer vista grossa para a melhor obra do cinema.
P.J. Hogan em sua única obra de sucesso levou ao público romance, comédia, emoção, música boa e doses incontáveis de risos. Falo por experiência de quem assiste ao filme a mais de uma década e sempre ri das mesmas piadas e mesmas cenas. Tudo é muito perfeito, desde o roteiro de Ronald Bass (Rain Man e Lado a Lado) até a incrível trilha selecionada por James Newton Howard que concorreu ao Oscar em 98.
Afinal a maior carga emocional da humanidade são amores não correspondidos, oportunidades perdidas e acima de tudo uma dose extra de Micos! Julianne Potter tem tudo isso e muito mais! Julia Roberts em sua melhor e mais original atuação do cinema consegue fazer com que todos torçam por ela e para que suas crueldades contra a ingênua Kimberly deem certo. E quanta crueldade! O interrogatório no elevador, a dica do convite de trabalho, o e-mail e mais cruel de todas (na minha opinião) O Karaokê!!!
Cameron Dias no “I Just Don’t Know What to Do with Myself” foi cruel! Mas a trilha não para por aí… “What the World Needs Now is Love”, “If You Wanna Be Happy “, “You Don’t Know Me”, A memorável
cena da ponte ao som de Tony Bennett, “Wishin’ and Hopin’” e a incansável “I Say a Little Prayer” e ainda todas as referências do personagem de Rupert Everett à Dionne Warwick. Incrível não?
Aliás o que é Rupert Everett nesse filme?! Impagável! As caretas, os comentários, as situações maldosas arquitetadas. George é quase que a consciência de Julianne! E se você tem uma consciência tão maldosa assim imagine qual serão seus atos. Assisti muitos filmes “Trash” depois só porque tinham Rupert no elenco. Até o filme da Madonna! Pasmem! BTW vocês sabem que ele é o Encantado do Shrek??
Enfim… pra completar o elenco o sempre blasé (com a mesma cara de tô cagando) Dermot Mulroney, os grandes Philip Bosco e Susan Sullivan, e os ótimos Christopher Masterson, Carrie Preston e Rachel Griffiths, todos em início de carreira. Rachel desde sempre causando (cena da língua no gelo, uma das melhores do filme). E por falar em cena por que não também citar a melhor cena do filme: A da briga no banheiro! Memorável!
“Casamento do meu Melhor Amigo” não é apenas mais uma comédia romântica, fala sobre aspirações, rejeições, amor, amizade. Foge a todos os clichês possíveis e acima de tudo nos ensina uma grande lição… “Se o Amor não der certo sempre teremos o Bom Humor!” O que não nos impede de assistir o filme 500 vezes e sempre torcer pra acontecer o contrário!

Comentários