O Menino do Pijama Listrado

Tá. Agora eu entendi o motivo pelo qual este filme figurou em várias listas dos melhores de 2008. O nome bobinho não deixava transparecer a beleza da coisa. Fui descobrir o tema do filme depois de encontrar o livro à venda em alguma loja virtual. Fiquei interessado e voilá, acabei de conferir a adaptação de O Menino do Pijama Listrado. Um belo filme. Mesmo.

A segunda guerra mundial é um dos temas mais requisitados do cinema mundial. Só nos últimos anos podemos contar diversos filmes sobre o tema, e poucos são ruins. Poucos mesmo. Mais recentemente conferimos Um Ato de Liberdade, Operação Valquíria e O Leitor. Só para mencionar os últimos mesmo, já que a lista é enorme. Muitos dos filmes andam explorando histórias paralelas e que conseguem ser muito mais interessantes quando usam a guerra como pano de fundo, apenas para habituar a situação. E é bem o caso desse filme (estou ansioso para colocar as mãos no livro), que me remeteu muito à história criada por Marcus Suzak em A Menina Que Roubava Livros (que em breve vai ganhar uma versão na telona). Talvez por contar com uma criança como personagem principal e uma amizade com um judeu. Não sei explicar.

- Advertisement -

O Menino do Pijama Listrado conta a história de um garotinho de oito anos que é filho de um importante comandante do nazismo. Ele acaba indo morar perto de um campo de extermínio de judeus na Polônia e lá conhece um garotinho que tem a mesma idade que ele, e acabam criando uma forte amizade. O que o garotinho desconhece é que existe uma guerra e os judeus são considerados como inimigos do povo alemão. Uma bela história que serve para exemplificar bem os horrores do nazismo e o preço que pagamos por fazer o que achamos ser correto.

Recomendo demais.

Comentários