O Principal Suspeito

Imaginem como deve ser trabalhar de vigia noturno em um necrotério. O lugar por si só, já é assustador com a luz do sol, pensar em varar as noites fazendo rondas não é muito agradável. Mas o fato é que para o jovem casal interpretado por Ewan McGregor e Patricia Arquete, o dinheiro não estava sobrando e ele precisou aceitar o trampo. O que ele não esperava era que iria entrar na vida de um psicopata necrófilo e se ver como o principal suspeito de uma série de assassinatos. Essa é a história do thriller O Principal Suspeito. Soa interessante?

Foi com esse filme que conheci o ator e fiquei mais fã ainda depois de assistir Cova Rasa (em breve aqui no Blog) e Por Uma Vida Menos Ordinária. Quando descobri que ele seria o jedi Obi-Wan Kenobi, meu grau de empolgação se elevou radicalmente e bem, não gosto de comentar sobre isso. O ator era famoso no inicio da carreira por renunciar a filmes de grandes estúdios, preferindo se dedicar aos independentes ou a projetos de amigos. Até chegar Star Wars… e as coisas mudarem um pouco, mas fato é que ele ainda é figura fácil de filmes independentes ou cults.

O que me chama a atenção nesse filme é a cena em que Nick Nolte explica que os motivos de existir de um psicopata, só funcionam na ficção. Na vida real existem vários casos de pessoas que matam apenas por matar. Sem ter motivo. “Declarações são apenas uma ficção para nos fazer sentir seguros. Porque o que não pode ser explicado, se torna um caos sem sentido”. Há também uma cena em que Ewan McGregor é masturbado por uma prostituta dentro de um desses restaurantes chiques. Humor é tudo nessa vida!

Para todos que não tiveram a oportunidade de assistir, procurem em uma boa locadora e divirtam-se!

Ficha Técnica:
O Principal Suspeito (1997)
Dirigido: Ole Bornedal
Roteiro: Ole Bornedal e Steven Soderbergh
Genêro: Suspense
Elenco: Ewan McGregor , Josh Brolin , Nick Nolte , Patricia Arquete
Trailer

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.