Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Pronto Para Recomeçar


EXISTEM PESSOAS QUE NASCERAM PARA SEREM INFELIZES, eternas vítimas do acaso, casadas com o azar. Algumas até se esforçam para tentarem serem pessoas melhores, mas parece que são tão cagadas de urubu que tudo que tentam fazer de bom dá errado cedo ou tarde. Pior ainda são aquelas pessoas que nem mesmo se importam em tentar mudar, perceber que existe algo de errado e que estão afastando todas as pessoas amadas. Existem pessoas de todos os tipos em meio ao grupo de azarados que vivem por aí. 

- Advertisement -


Em Pronto Para Recomeçar (uma tradução de Everything Must Go) assistimos ao drama de Nick (Will Ferrell), um alcoólatra desempregado e abandonado pela esposa. Em um dia daqueles, Nick é demitido e quando chega em casa, descobre que todas as suas coisas foram colocadas no jardim. Sem ter para onde ir, ele começa a tomar cerveja atrás de cerveja e descansa na poltrona, estrategicamente colocada no meio do jardim, segundo ele, o espaço mais mal utilizado em uma casa. 

Desiludido e sem esboçar muita vontade de dar a volta por cima, Nick é obrigado a vender as suas coisas para não correr o risco de ser preso. Contando apenas com uma criança decidida a aprender a jogar beisebol e com a solitária vizinha grávida, ele começa a descobrir que sua vida não está completamente perdida e que sempre existe a chance de dar a volta por cima. 

O roteiro até dá a chance para o recomeço de Nick ser recompensado, mas como disse, esse filme é sobre os desafortunados, aqueles que nunca conseguem encontrar a felicidade depois de se superarem. Infelizmente algumas dicas do roteiro se confirmam e ele ainda tem uma surpreendente revelação sobre o que aconteceu em sua empresa. Ou seja, após encher a cara até ficar sem dinheiro para comprar mais bebida e ter uma crise de abstinência, ele consegue ficar bem, e logo tem o choque de receber várias notícias desagradáveis de uma vez. E é nesse momento que descobrimos se aquela experiência teve algum efeito ou não na vida de Nick.

Ferrell surpreende com uma atuação dramática e que é capaz de convencer o espectador de que aquele personagem “existe”, ele é real e pode estar em qualquer lugar, mais perto do que a gente imagina. É impossível não se sentir cativado pelo Nick e em como a sua fraqueza o tornou uma vítima dele mesmo. Como os seus defeitos o colocaram longe de sua esposa e do seu emprego. Pronto Para Recomeçar não apela para os caminhos mais fáceis, acaba se enrolando em alguns momentos, mas graças ao excelente trabalho de Ferrell, agrada bastante. 

Comentários