Review: How To Get Away With Murder s02e01 – “It’s Time To Move On”

Bem vindo ao mundo de #HTGAWM, aqui você vai encontrar muito mistério, segredo, suspense, traições, sexo e acima de tudo assassinatos para serem resolvidos!

Foto do Texto

Antes de tudo gostaria de recapitular algumas coisas sobre a série e que aconteceram na primeira temporada. A produção surgiu como uma alternativa ao gênero de thriller e policial com um novo acontecimento a cada minuto, principalmente nos momentos finais de cada episódio, se você piscar o olho já perdeu tudo ou quase tudo desse maravilhoso quebra-cabeça criado pela grande produtora e roteirista Shonda Rhimes.

No primeiro ano da série tivemos a trama envolvendo a morte de Sam, marido de Annalise, e também tivemos os desdobramentos para descobrir todo o mistério em volta do assassinato da jovem Lila, que era amante de Sam. Ao longo da temporada descobrimos que Sam morreu nas mãos dos quatro estudantes e estagiários de Annalise: os aspirantes a advogados Wes, Connor, Michaela e Laurel, que cometeram o assassinato para proteger Rebecca, namorada de Wes. Enquanto Lila foi morta por Frank, braço direito de Annalise.

Toda temporada foi dividida em flashback, entre passado e futuro, recurso muito utilizado em outras séries de sucesso e que funcionou muito bem em #HTGAWM.

Já o regresso da professora de direito Annalise Keating e de seus alunos para a segunda temporada nos trouxe ainda mais enigmas a serem desvendados. Dentre eles, alguns novos personagens e também vamos começar a descobrir mais sobre o passado nebuloso da protagonista da série, defendida pela magnífica Viola Davis, que merecidamente ganhou o Emmy de Melhor Atriz em Série Dramática em 2015 por essa personagem.

Começamos a segunda temporada exatamente onde terminou o primeiro ano da série: com a morte de Rebecca. Com certeza muitos fãs da série, assim como eu, comemoraram muito essa morte, porque Rebecca era de longe a personagem mais chata, só perdendo para o Wes, obviamente!

O episódio começa de um jeito mais morno e calmo, com Annalise tentando retomar a sua vida pegando um caso novo para solucionar e ao mesmo tempo também tentando conter os danos causados pela morte de Rebecca. Para isso, nossa querida Annalise vai continuar fazendo o de sempre, que é manipulando todos ao seu redor. Ela conseguirá fazer com que os estudantes a acreditem que a namorada do Wes está “desaparecida” e não “morta”.

Foto 7 paragrafo do texto

A partir desse ponto aparece um novo personagem que vai trazer à tona uma parte do passado da nossa protagonista. A atriz Famke Janssen, nossa eterna Jean Grey, entra na trama como Eve Rothlo, nova advogada de defesa de Nate. Logo de cara podemos perceber que Eve tem uma antiga história conturbada com Annalise, um caso amoroso mal resolvido entre as duas e que vai movimentar parte da segunda temporada. Uma boa adição para a série, pois Eve parece ser uma boa advogada, uma mulher intensa e passional, que com certeza será usada por Annalise.

Em meio à resolução do assassinato de Rebecca e julgamento de Nate, Annalise fica encarregada de defender o caso de dois irmãos suspeitos de terem assassinado os seus pais adotivos. E pelo que podemos perceber, esse plot vai durar mais episódios e terá relação direta com a trama principal.

Nessa trama toda para descobrir o assassino de Rebecca fica nítido novamente a relação obscura e maternal entre Annalise e Wes, que não nenhuma novidade para que acompanha a série, mas que ainda não está totalmente claro na história. Por fim, depois de testar Wes e Frank desconfiar de Laurel, Annalise descobre que Bonnie é a culpada pela morte de Rebecca (#NuncaPensei) e ao ser confrontada por Annalise, não faz questão nenhuma de negar. Não ficou bem explicado o motivo de Bonnie ter matado Rebecca, isso deve ser explorado mais pra frente.

Paralelamente outras tramas secundárias começam a ser desenvolvidas e fica a certeza que nesse ano vão focar mais na história pessoal de cada personagem, como Asher sendo chantageado pela promotora por causa de um erro do passado. As presepadas amorosas de Michaela. E também tem a relação do casal fofo que é o Connor e Oliver, que passa por um novo momento, uma vez que Oliver descobriu na temporada passada estar com HIV.

Como de costume ao final do episódio tivemos um gancho incrível, no melhor estilo flashforward, com Annalise ensanguentada numa mansão, enquanto Wes tenta escapar da casa. Esse deverá ser o fio condutor de toda temporada e que promete muitas emoções. No geral, a volta de How To Get Away With Murder cumpriu com a proposta da série, com uma trama de início coerente, personagens se aparentemente mais maduros e tivemos a abertura de várias possibilidades para esse novo ano da produção.

Será que Annalise, nossa rainha negra, morrerá? Certamente que não, mas vai ser delicioso desvendar esse novo mistério. Então façam suas apostas!

#HTGAWM 1: Annalise dançando com os estudantes na boate foi hilário.

#HTGAWM 2: E esse Eggs 911 que trocava mensagens com Michaela, quem será?

 

Peterson Moreira