Review: Roadies s01e03 – “The Bryce Newman Letter”

Roadies certamente não enrola na arte de recriar lendas do universo da música. Em “The Bryce Newman Letter”, um episódio bem melhor que o da semana anterior, temos uma trama centrada na figura do crítico musical sem alma. Aquele cara que vai direto para tábua de assar jiló no churrasquinho do capiroto.

Depois que esse crítico esnobe (a série faz uma paródia de uma figura estereotipada e cheia de exageros, que muitas vezes não condiz com a realidade. E isso não deixa de ser extremamente divertido) faz uma análise destruidora, os roadies se unem para buscar uma vingança especial. Até a stalker maluca reaparece para participar das ações.

O resultado é outra lenda do meio: Wes decide “batizar” o seu expresso com uma droga alucinógena super potente. O resultado é hilário, o que já garante a diversão nesse episódio – mas não o suficiente para a gente dizer que Roadies é uma série de qualidade inquestionável. Mesmo apaixonado, reconheço que os conflitos dos personagens ainda não convenceram e estão se desenvolvendo lentamente. Como disse no primeiro review, já virei fã e coloco na minha lista de séries favoritas do ano, mas os episódios oscilam entre bons momentos e outros medíocres. Essa falta de equilíbrio no ritmo pode incomodar e prejudicar a série…

O drama do relacionamento à distância é trabalhado no episódio quando Donna pede um conselho amoroso para Shelli. Ela reclama que seu relacionamento está num momento delicado e pergunta como a sua chefe faz para manter o casamento funcionando, já que o marido dela também trabalha com turnês. A resposta é inesperada: boas doses de sexo por telefone. Uma autêntica receita contra o stress e que mantém a chama acesa. Por um tempo, pelo menos. Ao mesmo tempo, Bill mostra sua vulnerabilidade ao tentar se aproximar mais de uma garota que ele encontra apenas uma vez por ano. É triste ver o cara sendo rejeitado por causa da sua profissão e falta de tempo. Ou de vontade de manter um relacionamento afetivo.

Os cinéfilos reconhecerão a atração musical da vez, Lindsey Buckingham pela “Holiday Road”, trilha sonora de Férias Frustradas. Ele se apresenta com uma canção acústica e a sequência é montada para mostrar também as consequências das drogas agindo no crítico sem coração.

Aliás, o final desse terceiro episódio é mais uma bela declaração de amor de Cameron Crowe para a música e o quanto essa arte une as pessoas. Através dessa energia nos tornamos pessoas melhores e Roadies acerta muito nesse ponto. Falta apenas conseguir atrair também o público não iniciado na música…

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.