Review: Roadies s01e04 - "The City Whose Name Must Not Be Spoken" | Cinema de Buteco
Críticas de filmes

Review: Roadies s01e04 – “The City Whose Name Must Not Be Spoken”

Assim como Outcast deu uma esfriada na última semana, o episódio desta semana de Roadies também não foi lá grandes coisas.

Talvez o problema esteja comigo. Posso estar curioso demais com o burburinho em torno de Stranger Things (que ainda não vi) e isso tenha afetado o meu interesse ou vontade de absorver tudo que as duas séries têm a oferecer.

Em “The City Whose Name Must Not Be Spoken” temos mais uma lenda musical: agora é relacionada ao lado supersticioso desse pessoal roqueiro. Num dia de folga da turma, Regg entra (sem ser convidado) no ônibus da equipe e menciona o nome de uma cidade. Ele (nem o telespectador) tinham a menor ideia de que dizer esse nome em voz alta significava amaldiçoar a turnê… Paralelamente, enquanto os nossos queridos roadies tentam resolver o problema, Bill e Shelli tentam descobrir o paradeiro do baixista desaparecido.

Sempre os baixistas dando trabalho…

O ponto alto do episódio foi a cumplicidade de Regg e Kelly Ann, que começam a se entender e dar passos lentos para se tornarem um casal. Inclusive, esse clima de casal também acerta em cheio Bill e Shelli, que permanecem em “negação”.

Outro tema engraçado abordado nesse episódio é sobre o suor dos roadies. Basicamente, em qualquer profissão que você faz esforço físico é necessário um cuidado maior com a sua higiene. Milo descuida um pouquinho e acaba sendo vítima de algumas piadas relacionadas ao seu odor pouco agradável.

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.