Review: Roadies s01e04 – “The City Whose Name Must Not Be Spoken”

Assim como Outcast deu uma esfriada na última semana, o episódio desta semana de Roadies também não foi lá grandes coisas.

Talvez o problema esteja comigo. Posso estar curioso demais com o burburinho em torno de Stranger Things (que ainda não vi) e isso tenha afetado o meu interesse ou vontade de absorver tudo que as duas séries têm a oferecer.

Em “The City Whose Name Must Not Be Spoken” temos mais uma lenda musical: agora é relacionada ao lado supersticioso desse pessoal roqueiro. Num dia de folga da turma, Regg entra (sem ser convidado) no ônibus da equipe e menciona o nome de uma cidade. Ele (nem o telespectador) tinham a menor ideia de que dizer esse nome em voz alta significava amaldiçoar a turnê… Paralelamente, enquanto os nossos queridos roadies tentam resolver o problema, Bill e Shelli tentam descobrir o paradeiro do baixista desaparecido.

- Advertisement -

Sempre os baixistas dando trabalho…

O ponto alto do episódio foi a cumplicidade de Regg e Kelly Ann, que começam a se entender e dar passos lentos para se tornarem um casal. Inclusive, esse clima de casal também acerta em cheio Bill e Shelli, que permanecem em “negação”.

Outro tema engraçado abordado nesse episódio é sobre o suor dos roadies. Basicamente, em qualquer profissão que você faz esforço físico é necessário um cuidado maior com a sua higiene. Milo descuida um pouquinho e acaba sendo vítima de algumas piadas relacionadas ao seu odor pouco agradável.

Comentários