Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Robin Hood – O Principe dos Ladrões

Transformaram uma das maiores lendas britânicas em um paspalhão guerreiro e que ainda por cima, ganhou o título de “Príncipe dos Ladrões” (créditos da nossa amada tradução brasileira). Como se não bastasse as péssimas coreografias para as lutas e ver o Morgan Freeman pulando como um garoto, ainda temos que lidar com o rostinho de Kevin Costner durante toda a trama. Tudo isso sem o mínimo de emoção ou realidade, o que torna praticamente impossível se esquecer que aquilo ali é apenas um filme que deveria servir para te distrair. Mas não consegue.

- Advertisement -

Aposto que a minha geração já viu esse filme milhões de vezes. A única coisa que eu conhecia a respeito dessa bomba, que curiosamente foi produzida por Ridley Scott (ele dirigiu a nova versão que você viu dias atrás aqui no Cinema de Buteco), era a tal trilha sonora do Bryan Adams. Sei que é um pouco de vergonha alheia, mas até gosto um pouco daquela música melosa. Pior ainda é o clipe com o Brian Adams andando pela floresta… digno do filme. Enfim, preciso mesmo falar do que trata a história?
O divertido é ver o Alan Rickman bancando um lunático. Só isso. E eu vou parar de escrever essa bagaça porque estou ansioso demais para ver o final de Lost e escrever não esta resolvendo meu problema. Tá foda.

Comentários