Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Filme: Um Beijo a Mais

Baseado no filme italiano L’Ultimo Bacio (O Último Beijo, em português), Um Beijo a Mais é uma comédia romântica estrelada por Zach Braff, Casey Affleck e Rachel Bilson. É outro exemplo de filme que demorou meses para entrar em cartaz no Brasil e por culpa disso, poucas pessoas tomaram conhecimento da existência do longa.

A primeira coisa que vou falar é pedir para que vocês leiam o tópico ouvindo a música “Chocolate” da banda Snow Patrol. Ela faz parte da bela trilha sonora do filme e fica responsável pela abertura, quando somos apresentados ao casal principal e percebemos que Michael (Braff) está distante e repensando tudo que vale a pena em sua atual vida, já que está prestes a se casar e completar 30 anos.

- Advertisement -

A trama gira em torno da amizade do protagonista com as pessoas com que viveu durante toda sua vida, como encaram decepções e a chegada das responsabilidades. Momentos em que escolhas devem ser tomadas e você se pergunta se essa vida que se tem nas mãos, é a mesma vida que você gostaria de ter. Se é realmente com esta pessoa que está ao seu lado que você quer viver para o resto da vida e os preços que pagamos por nossos erros e impulsos.

A bela Rachel Bilson interpreta uma adolescente que entra na vida de Michael e o faz questionar se ele quer mesmo se casar e viver aquela vida sem novidades, aonde tudo parece estar planejado, onde se sabe tudo que vai acontecer. Uma vida sem surpresas. Ela é aquele atalho que surge sempre em nossas vidas e sempre nos questionamos se devemos arriscar ou não.

É impossível não se identificar com algum dos personagens. Tem o jovem gostosão que transa com uma garota diferente todas as noites e não percebe que já está prestes a completar 30 anos e nem percebe. Tem o cara que sofre com a perda da namorada e tenta sair em uma jornada para reencontrar a força de vontade para viver e amar alguém de novo. O outro que passa por momentos delicados com a esposa e o filho pequeno, que ambos não sabem como criar e acabam se cobrando demais e criando conflitos. Além do amor maduro e imperfeito dos pais da protagonista Jacinda Barrett. A lição de amor que Tom Wilkinson dá para o personagem de Zach Braff, é real e sincera. No final das contas, alguns de nós acabam precisando de um último beijo, uma forma de se despedir de uma parte de nossas vidas e seguir em frente sem medos.

“Pare de falar de amor. Todo idiota no mundo diz que ama alguém. Isso não significa nada. O que você sente é apenas problema seu. É o que você faz para as pessoas que você diz amar que realmente importa.”

E para finalizar, as cenas finais que são embaladas por uma das músicas mais bonitas que já ouvi, “Warning Sign” do Coldplay. Os personagens vão se acertando e a famosa cena em que Zach Braff se senta na porta de casa até conseguir o perdão da noiva. É de encher os olhos. Mesmo.

Ficha Técnica:

Um Beijo a Mais (Last Kiss, 2007)

Dirigido: Tony Goldwyn

Roteiro: Paul Haggis

Genêro: Comédia, Romance, Drama

Elenco: Zach Braff , Rachel Bilson , Jacinda Barrett , Casey Affleck

Trailer

PS: Outra resenha que encontrei na net e gostei bastante!

PS: Desde antes de assistir, já tinha um carinho especial pelo filme. Estava ansioso por um trabalho novo do ator Zach Braff, que havia dirigido, roteirizado e atuado no excelente Garden State – Hora de Voltar. Após ver, me identifiquei de imediato com os personagens e tudo isso aumentou a minha vontade de escrever sobre o filme. Mas como é que se escreve sobre uma história que tem tanto de você? Demorei muito tempo para criar coragem de ousar esboçar comentários sobre o filme e acho que não me saí muito bem. De qualquer forma, recomendo para todos! É um lindo filme!
Nota:[quatro]

Comentários