INDIE 2008 - DIA 04 | Cinema de Buteco
Indie Festival 2008

INDIE 2008 – DIA 04

por João

fix-300x200 INDIE 2008 - DIA 04Desta vez um dia bem legal no que diz respeito às minhas escolhas para filmes… Começando por Fix (Idem), filme americado, de 2007 que conta a história de Milo e sua namorada Bella que tentam levar o irmão mais novo do rapaz, Leo, para a Rehab, para que não volte para a cadeia. Um road-movie diferente, onde a câmera está a todo o momento nas mãos de Milo, documentarista que tem a mania de filmar tudo o que se passa em sua vida. Os bons momentos do filme ficam por conta de Leo, que no começo parece ser apenas um garoto problema, mas acaba ganhando a simpatia de todos, inclusive do casal, que a princípio estva meio relutante em fazer a viagem. Passando por vários lugares, e topando com pessoas cada vez mais bizarras, Leo se mostra um sujeito boa praça, cujo único defeito, é não se levar muito a sério (a cena em que aparece com o cachorro é hilária). Ótimo filme! Esse merece ser baixado… (É crime escrever um negócio desses?).

fix-300x200 INDIE 2008 - DIA 04Depois, outro filme americano:A Velocidade da Vida (The Speed of Life), que conta a história de três crianças que vivem de roubar câmeras dos turistas de Nova Iorque. Só que Sammer não está tão interessado na grana que a revenda das câmeras traz, mas sim nas imagens que obtém das pessoas, cuja história passa a conhecer melhor a partir do que foi gravado por elas. Momentos de humor mesclados com os dramas pessoais daqueles personagens tão estranhos uns aos outros, mas que no fim das contas tem muito mais em comum do que se imaginava, garantem um filme bonito, com movimentos de câmera legais, e que vale a pena, por mostrar que por mais medíocre que seja a vida de alguém, há sempre um jeito mais positivo de enxergá-la.

Por último, depois de muita fome e um pouco de sono, fui arrastado por minhas amigas loucas pra ver uma das seções do Cinema de Garagem, um dos programas do Indie que exibe filmes feitos sem nenhuma grana, mesmo da Lei de Incentivo, e (talvez por isso mesmo) com uma liberdade total no que diz respeito ao que vai ser filmado. O interessante aqui, é que o único limite é a criatividade do autor, o que na maioria das vezes, pode garantir curtas um pouco herméticos, mas que, na sua totalidade tratam das artes visuais, de uma forma comum. No caso desta primeira exibição denominada Sonhos, o que se tinha eram (segundo o catálogo) “recortes subjetivos nas artes visuais e na poesia em movimento”. Tem coisa que você gosta, coisa que você entende, ou não. Mas o que se busca aqui não são respostas, e sim possibilidades. Dá vontade de sair filmando….

fix-300x200 INDIE 2008 - DIA 04

imagens de KINDER SURPRISE de Erika Fraenkel e COBERTOR DE MINHAS VAGAS LEMBRANÇAS de davifuzari, os que mais gostei…

João

Filósofo, arte educador, amante de cinema, funk carioca e de uma boa conversa acompanhada de cerveja.

Comentários

  1. Muito bem João, conferiu mesmo o festival esse ano…que maravilha!

    Queria falar aqui do Davifusari, alguem que tem muito talento, uma pessoa maravilhosa, lindo por fora e por dentro e é o segundo ano que está apresentando seus trabalhos no indie!

    Sorte Davisera,
    =)
    Ano que vem tem mais!!!

  2. Sei que deveras atrasada, mas nenhum comentário sobre o “Desmáscaras”?
    Você viu?
    Muito bom seu blog.
    Vou virar visitante…
    Bom, pelo menos quando eu puder =]
    Parabéns.