Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Oscar 2017: La La Land vence o PGA

Quem acompanha a temporada de premiações sabe muito bem que o Producers Guild Awards (PGA) geralmente prevê o futuro vencedor do Oscar de melhor filme. De 2007 a 2014, por exemplo, o Sindicato dos Produtores premiou todos os futuros ganhadores da estatueta, errando apenas em 2015 com A Grande Aposta (Spotlight levou a melhor). Na temporada de premiações referente a 2016, a instituição escolheu La La Land na categoria de filme e a grande pergunta que fica é: desta vez eles acertam?

Só relembrando a última corrida ao Oscar: Spotlight perdeu o PGA, mas liderou, de longe, a maior parte das listas de associações de críticos, venceu o Globo de Ouro, o Critics’ Choice e o SAG de elenco. Não foi uma surpresa ver A Grande Aposta perder o Oscar, mesmo depois do reconhecimento do sindicato.

LEIA TAMBÉM: Crítica de La La Land

- Advertisement -

La La Land, por sua vez, levou o PGA, mais de 20 prêmios de associações de críticos, Globo de Ouro, Critics’ Choice e o prêmio da audiência do Festival de Toronto. Este já teve como recipientes longas como O Discurso do Rei, Argo e 12 Anos de Escravidão.

Quem pode bater o musical de Damien Chazelle e impedir a provável dobradinha nas categorias de filme e direção? O concorrente mais forte é Moonlight. O drama de Barry Jenkins não só foi aclamado pela crítica da mesma forma que La La Land, como recebeu mais prêmios de associações e festivais. Ele também tem a seu favor o Globo de Ouro de melhor drama.

Estrelas Além do Tempo tem boas críticas, ótimas bilheterias e o SAG de elenco, mas nada muito além disso. Ele parece ser um espécie de Histórias Cruzadas 2.0 a meu ver.

Então, ou é La La Land ou Moonlight. Algo diferente dos dois seria uma grande – e boa – surpresa, afinal, temos vários outros filmes de qualidade na categoria. Qual é a sua aposta?

 

Comentários