Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Previsões do OSCAR 2012 – Parte III, por Larissa Padron

O Cinema de Buteco sempre tem o costume de convidar pessoas legais para participarem do blog e não poderia ser diferente agora no Oscar. E para a terceira rodada de palpites dos vencedores (leia aqui a parte I e a parte II) A escolhida foi a redatora Larissa Padron (do Cinema em Cena). Confira os palpites dela:


Filme: O Artista

Escolher o favorito entre A Invenção de Hugo Cabret, O Artista e A Árvore da Vida é uma tarefa muito difícil. Ver qualquer um dos três ganhando me faria muito feliz, mas A Árvore da Vida teria o êxtase da surpresa que realmente ninguém esperava. Mas quem eu acho que leva será O Artista. A Academia vai seguir a linha de todas as outras premiações.

- Advertisement -

Diretor: Martin Scorsese, por A Invenção de Hugo Cabret

A categoria mais difícil para se escolher um preferido já que todos que eu gostaria de ver indicados estão na disputa (menos David Fincher). Scorsese merecia pelo menos uma menção honrosa por nos mostrar que 3D pode ser lindo e útil. Além de tudo ele fez um filme que demonstra que o cinema é mágico em todos os seus aspectos: as cores, os efeitos, a história, o som… Fico com ele como preferido e aposto nele. Acho que será uma das boas surpresas da Academia, e justa, já que Melhor Filme vai ficar com O Artista.

Ator: Gary Oldman, por O Espião Que Sabia Demais

A atuação de Clooney e Dujardin são arrebatadoras, mas eu gostaria de ver Gary Oldman ganhar, não apenas por estar excelente em O Espião Que Sabia Demais, mas por todo o conjunto da obra, que nunca rendeu nem ao menos uma indicação. Mas acredito que Dujardin leve. (Mas eu ainda não engoli que Ryan Gosling e Michael Fassbender não estejam aqui, senhora Academia)

Atriz: Michelle Williams, por Minha Semana com Marilyn

Preferia me abster, pois vi apenas metade dos indicados. Gosto da atuação de Mara, mas não acredito que ela leve. E vou fazer a aposta mais arriscada da noite e botar as fichas em outra surpresa: Michelle Williams. Não vi o filme, mas acredito que vai rolar aquele sentimento a la Renée Zellweger: “3ª indicação dela mas nunca levou, vamos dar o prêmio dessa vez vai…”

Ator Coadjuvante: Christopher Plummer, por Toda Forma de Amor

Qualquer um que ganhasse me agradaria (menos Jonah Hill), especialmente o Nick Nolte. Mas aposto em Plummer.

Atriz Coadjuvante: Octavia Spencer, por Histórias Cruzadas

Se o mundo fosse justo Chastain estaria indicada por A Árvore da Vida e não por Histórias Cruzadas e Charlotte Gainsbourg também estaria aqui (por Melancolia). Mas como ele não é, acho que Octavia Spencer leva (eu votaria em Berenice Bejo como preferida).

Roteiro Adaptado: O Espião Que Sabia Demais

Também ficaria feliz com qualquer um destes que ganhasse. Tudo Pelo Poder seria uma surpresa agradável, já que é sua única indicação (infelizmente). Mas meu voto vai pra O Espião Que Sabia Demais, e acredito que este será seu único prêmio da noite.


Roteiro Original: Meia Noite em Paris

O roteiro de A Separação é algo fantástico, mas Meia Noite em Paris é meu favorito e acho que leva, já que Woody Allen não ganha há umas boas décadas.


Comentários