Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Livros que viram filmes em 2018

Uma verdade absoluta que dificilmente mudará um dia é a literatura servir de matéria prima para o cinema. Para mostrar que todo ano é a mesma coisa, seja pro bem ou para o mal, conheça agora as adaptações literárias que chegam aos cinemas em 2018:

Livros que viram filmes em 2018

50 tons de Liberdade

- Advertisement -

Depois da porcaria que foi o segundo filme da série, ao contrário da bobagem deliciosamente idiota do original, a trilogia chegará ao fim em 2018.

Christian Grey e Anastasia Steele estarão juntos na coisa mais sádica que um casal pode fazer: se casar. Tentando adicionar um pouco de suspense e mistério na trama de E.L. James, o cinema corre o risco de ter um sério candidato a lista de piores do ano já no começo do ano.

A previsão de estreia é para 8 de fevereiro.

Aniquilação

Confesso que não li o livro Annihilation, de Jeff Vandermeer. Não vou mentir dizendo que vou ler. Provavelmente corro o risco de comprar e nunca abrir, mas posso afirmar aqui que estarei na primeira sessão de Aniquilação.

Oscar Isaac e Natalie Portman sendo dirigido por Alex Garland, de Ex Machina, é exatamente o tipo de entretenimento que eu não consigo dispensar. Entende?

Estreia em 22 de fevereiro.

Jogador Nº1

Taí uma das adaptações mais aguardadas dos últimos anos. Baseada no best-seller de Ernest Cline, ela é ambientada em 2045 e acompanha as aventuras de um jovem rapaz (Tye Sheridan) que é apaixonado pelos anos 80. Aventuras que acontecem num jogo de realidade virtual chamado OASIS, onde milhões de indivíduos ficam para tentar fugir do deprimente mundo real.

Estreia em 5 de abril.

Turma da Mônica: Laços

Prepare-se para a coisa mais linda que você encontrará nos cinemas em 2018. Quem cresceu lendo os gibis da Turma da Mônica tem um compromisso marcado (e não vale cancelar) com as salas de cinema para conferir o resultado da adaptação de uma das graphic novels mais fantásticas que já li na minha vida.

Estreia prevista para 28 de junho.

The Girl in Spider’s Web

Ainda não entendo o porquê de Rooney Mara não ter sido escalada. Juro que não entendo, pois a atriz fez um excelente trabalho em Millenium (2011) e até foi indicada ao Oscar pelo mesmo. O diretor também não chega nem aos pés de David Fincher. Bom, espero que nosso pessimismo esteja errado e paguemos a língua no final de 2018. Que Claire Foy nos mostre que foi a escolha certa para interpretar Lisbeth Salander no novo filme.

Estreia em outubro.

The Girl in Spiders Web

Simon vs. the Homo Sapiens Agenda

Katherine Langford (13 Reasons Why) e Nick Robinson (Everything, Everything) estarão juntos nessa adaptação de uma história bem jovem escrita por Becky Albertelli.

Simon é um jovem que não saiu do armário e começa a ser pressionado a se revelar depois que uma colega de sala descobre o seu pequeno “segredo”.

Se for levar em conta o elenco, esse será meu filme jovem favorito de 2018.

Ainda sem data de estreia prevista.

livros que viram filmes em 2018

Where’d You Go, Bernadette

A melhor parte de fazer essas listas antecipando o que vem aí em 2018 nos cinemas é que posso iniciar meu guia de coisas para assistir.

Por exemplo, não tinha a menor ideia que o Richard Linklater estava com um projeto novo para ser lançado no ano que vem. Muito menos que fosse algo tão promissor quanto a adaptação do romance de Maria Semple sobre uma adolescente de 15 anos começa a buscar informações sobre o paradeiro da mãe desaparecida.

Cate Blanchett, Billy Crudup, Kristen Wiig e Judy Greer estão no elenco, que conta com roteiro assinado por Michael H. Weber e Scott Neustadter, de (500) Dias com Ela e O Espetacular Agora.

Estreia lá fora em maio. Aqui… só Deus sabe.

Whered You Go Bernadette

Juliet, Naked

Um dos livros mais deliciosos do autor Nick Hornby chegará aos cinemas com Rose Byrne e Ethan Hawke nos papéis principais. Ainda sem previsão de lançamento, Julieta Nua e Crua (na tradução) conta a história de um cantor obscuro que abandonou a carreira há muitos anos e desapareceu, mas até hoje é objeto de desejo de um grupo de fãs malucos.

Se você gostou de Alta Fidelidade, irá se interessar muito por esse projeto.

juliet naked

Comentários