Cinema por quem entende mais de mesa de bar

As cenas musicais de 2016 no cinema

O CINEMA DE BUTECO TEM UMA PAIXÃO SELVAGEM POR MÚSICA E TODO ANO SEPARAMOS NOSSAS CENAS MUSICAIS FAVORITAS. Esse ano, depois de Deadpool e Esquadrão Suicida, não tinha como deixar de lado essa lista e aqui está o resultado! Apreciem sem moderação!

[Se você tiver sugestões, adicione nos comentários!]

– Mr. Bob “massacra” a música “Noite Feliz” no piano enquanto acompanhamos uma discussão acalorada entre os personagens de Bruce Dern e Samuel L. Jackson em Os Oito Odiados.

- Advertisement -

– Uma banda gospel faz uma apresentação super feliz de “Creep”, do Radiohead. Completamente dentro do contexto da comédia A Grande Aposta.

– “Creep” também aparece em Enfurecidos, um dos melhores filmes de ação da temporada e devidamente reconhecido na nossa lista do gênero.

– O personagem de Joseph Gordon-Levitt faz uma coisa estúpida como pedir a ex-namorada em casamento durante um show da Miley Cyrus e cantando “Wrecking Ball” em Sexo, Drogas e Jingle Bells.

– Detesto “Careless Whisper” com todas as minhas forças, mas como não achar legal a cena final de Deadpool que faz referência a Digam o que Quiserem, de Cameron Crowe?

https://www.youtube.com/watch?v=FDKFPkM23Rc

– Falando em Cameron Crowe, a melhor cena musical do ano não está num filme, mas na sequência final em que Imogen Poots corre ao som de “Given to Fly”. Para entender mais sobre a beleza dessa cena, sugiro ler a crítica completa do primeiro episódio da série Roadies. Ou só aceitar a minha opinião de que essa cena é imbatível.

https://www.youtube.com/watch?v=t_IZq9u0n6A

– Chet Baker cantando “I Never Been in Love Before” no seu retorno aos palcos em Born to be Blue e destruindo o coração da sua amada (e os nossos).

– “Sweet Child o Mine” em Capitão Fantástico consegue emocionar até quem não venera o Guns n’Roses de tão bonita e oportuna é o seu uso. A narrativa vai dando pistas para esse momento e quando acontece é forte. Mesmo.

– John Carney dirigiu Sing Street e colocou em cena tudo que um adolescente sente quando está decidido a transformar o seu sonho de ter uma banda em realidade. Para quem ama música, esse filme é obrigatório!

– A minha piada favorita de Irmão de Espião coloca Sacha Baron Cohen bancando o cover do Liam Gallagher ao som de “Cigarettes and Alcohol”. Não sei você, mas eu ri pra cacete disso.

Esquadrão Suicida inteiro é uma grande cena musical. Infelizmente não é tão bom quanto parece, mas existem boas músicas no meio dessa bagunça.

– “Sweet Dreams” em X-Men: Apocalipse merece ser lembrada como uma das poucas coisas de qualidade no longa-metragem. Ainda assim, nem original é, já que o Mercúrio já havia recebido uma cena praticamente igual em Dias de um Futuro Esquecido.

https://www.youtube.com/watch?v=io9L_EyzmO8

– O amigo Guilherme Huyer lembrou do Patrick Wilson fazendo uma imitação de Elvis Presley ao som de “Can’t Help Falling in Love With You” em Invocação do Mal 2.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.