Melhores cenas de orgasmos do cinema

MENOS DE UMA SEMANA DEPOIS DA COMEMORAÇÃO DO LINGERIE DAY, a internet chega com mais uma data com teor sexual. O dia 31 de julho não é apenas a data de aniversário de Harry Potter (e da autora J.K. Rowling): é o dia do orgasmo. Seja lá qual for a maneira como você decidir celebrar (ou não), reunimos uma pequena seleção com algumas cenas marcantes de pessoas experimentando aquilo que os franceses costumam chamar de “pequena morte”. Desfrute sem moderação as melhores cenas de orgasmos do cinema.

Harry e Sally – Feitos Um Para o Outro

Meg Ryan calou a boca de Billy Cristal, que duvidava da capacidade feminina de fingir um orgasmo e acreditava que nunca havia sido enganado na vida. O melhor orgasmo do cinema não foi um orgasmo real. É isso mesmo, produção?


A Verdade Nua e Crua

Katherine Heigl aprendeu da pior maneira (?) que não se deve sair de casa usando um vibrador dentro da calcinha e perder o controle remoto no meio de um restaurante. Crianças são curiosas e podem gostar de apertar os botões para brincar de Playstation.


American Pie

Ejaculação precoce também conta como orgasmo, e nesse caso ninguém consegue ser mais divertido que o nosso ingênuo Jim, que simplesmente fica emocionado demais ao se deitar com a estudante estrangeira Nadia. O mais engraçado é que ele consegue gozar antes da hora por DUAS vezes. Inacreditável.


Barbarella

Jane Fonda teve que enfrentar as artimanhas de uma máquina desenvolvida exclusivamente para matar mulheres de prazer no sci-fi Barbarella. O resultado da batalha foi uma mulher satisfeita e uma máquina estragada.


Encontro Marcado

As possibilidades exploradas são muitas – às vezes com lentidão e detalhismos desnecessários – mas a cena de sexo na sala da piscina é, sem dúvida, uma das melhores para ilustrar essa descoberta do humano. O ato entre a Morte e a jovem médica de Claire Forlani é um tanto lírico, em grande parte pela interpretação de Pitt, que imprime às feições de seu personagem inocência, ingenuidade e ares de grata emoção de quem sente na pele – e na alma – pela primeira vez, tudo o que o ato sexual provoca nos que nele se encontram profundamente enredados.
Há ainda um quê freudiano-poético em se ver a Morte embarcar suavemente em “la petit mort”, ou a pequena morte, esse nome simpático pelo qual os franceses – sempre eles – descrevem o orgasmo. (Selhe Moreira)


Quem Vai Ficar Com Mary?

Ben Stiller inventou um gel de cabelo capaz de manter os cabelos arrepiados por muito tempo. Cameron Diaz adorou a novidade, ainda que não tenha percebido isso.


Todo Poderoso

Jim Carrey aproveitou seus poderes divinos para realmente descobrir o que é que as mulheres querem. Jennifer Aniston agradece, assim como os espectadores que riram muito com a sequência inteira do orgasmo divino.


Todo Mundo em Pânico

Como se não bastasse a performance assustadora de Anna Faris, e seu gemido gutural estilo Sepultura, o espectador é presenteado com o orgasmo mais vigoroso de todos os tempos. Quero ver qual método anticoncepcional funcionaria depois de tanta demanda.


American Pie

Tara Reid recebe um “presente” muito especial do seu namorado, que fica desesperado com o barulho que a moça começa a fazer. O que torna a cena especial, e muito engraçada, é a brincadeira com a palavra “coming”, que e usada de uma maneira ambígua e safada.


Instinto Selvagem

Imaginem o cagaço que o Michael Douglas passou quando Sharon Stone teve o seu orgasmo? Tem que ser muito corajoso para aceitar ser amarrado por uma loira fatal suspeita de ser a psicopata do picador de gelo.


Sharon Stone – Basic Instinct Love Scene por pooeingeo93


Cisne Negro

Então… é só a Natalie Portman fantasiando com a Mila Kunis. Ainda que existam pessoas, as quais eu não irei apontar aqui, que reclamem do “sexo de soutien”, é uma cena capaz de causar fortes emoções.


Killer Joe

Existem diversas cenas meio estranhas de sexo no cinema, mas nenhum orgasmo consegue superar a tortura sádica de Matthew McConaughey. Você nunca mais conseguirá comer frango da mesma maneira.

[cinco]

  • keylacrisc

    Senti que faltou a cena de Cidade dos Anjos… tem a mesma aura da cena de Encontro Marcado, só que com um anjo em vez da morte… e também faltou pelo menos uma cena de Segundas Intenções… mas a lista tá bem legal!!!

  • Leonardo Germano

    Faltou Monica Belucci em Matrix

    • Julyana Andrade

      Pensei a mesma coisa!

  • Rudy Klein

    Gostei da lista. Os comentários anteriores eu concordo.
    Contribuo com um filme, uma cena que considero muito “forte”:
    Marcas da Violência.
    Cena da escada, excelente atuação de Viggo Mortensen e Maria Bello.

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.