Filmes online #6: 5 Dicas de produções comandadas por mulheres | Cinema de Buteco
Destaques Listas Top 5

Filmes online #6: 5 Dicas de produções comandadas por mulheres

CONTINUANDO NOSSOS ESPECIAIS PARA A SEMANA DO DIA INTERNACIONAL DA MULHER, ACOMPANHE 5 DICAS DE FILMES DIRIGIDOS POR MULHERES PARA VOCÊ ASSISTIR NA NETFLIX! Aprecie sem moderação.

PS: Lista produzida em março para o catálogo disponível na Netflix. Existe a chance de alguns títulos ficarem indisponíveis no futuro.

melhores-filmes-dirigidos-por-mulheres-guerra-ao-terror-193x300 Filmes online #6: 5 Dicas de produções comandadas por mulheresGrande vencedor do Oscar 2010, com seis estatuetas, Guerra ao Terror vale a pena ser conferido tanto por suas atuações quanto por seu enredo, extremamente emocionante. Quando a narrativa começa, faltam apenas 38 dias para que a equipe de soldados norte-americanos de um esquadrão anti-bombas retorne a seu país de origem. Eles estão cumprindo serviço no Iraque. E, naturalmente, contam os dias até poderem voltar pra casa.

Os soldados precisam lidar cotidianamente com complexas questões éticas e nem sempre fazem as escolhas mais sábias. Cada um dos personagens da equipe possui um perfil psicológico denso, que Kathryn Bigelow desenvolve sem precisar de muitos diálogos. Além do Oscar de Melhor Filme, a produção venceu em outras cinco categorias: Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original, Melhor Edição, Melhor Mixagem de Som e Melhor Edição de Som. O roteiro foi escrito pelo ex-correspondente na Guerra do Iraque, Mark Boal. Destaque para a forma de filmar de Bigelow, extremamente ágil e que dita o ritmo da narrativa. É uma obra imperdível, para todos os gostos. (Priscila Armani)

Assista aqui

melhores-filmes-dirigidos-por-mulheres-guerra-ao-terror-193x300 Filmes online #6: 5 Dicas de produções comandadas por mulheres Produção de Ava DuVernay para o serviço de streaming Netflix, A 13ª Emenda exala relevância e contundência. Realizando um resgate histórico, propõe-se ao entendimento do final da escravidão enquanto um mero renascimento disfarçado da lógica racista na organização social estadunidense, a partir deste ponto sendo velada sob os pretextos da “guerra às drogas” e do “combate ao crime”, motivadores do endurecimento inadequado das leis – realizado pelas figuras mais inesperadas – e da massificação do encarceramento; ao corretamente dar voz àqueles que sofreram com o hostil cenário norte-americano, o documentário torna-se instrumento de transformação, enquanto contextualiza-se de maneira progressivamente eloquente à atualidade ao embasar factualmente uma noção cujo conhecimento já deveria existir: das práticas policiais racistas à sobrecarga do sistema carcerário, todas as medidas públicas de caráter retrógrado – racistas, xenófobas etc -, inibidoras do progresso, invariavelmente sustentam seu desumano esqueleto com uma motivação fundamentalmente financeira e corporativista – e isto jamais dirá respeito apenas à realidade dos Estados Unidos da América. (Leonardo Lopes)

Assista Aqui

melhores-filmes-dirigidos-por-mulheres-guerra-ao-terror-193x300 Filmes online #6: 5 Dicas de produções comandadas por mulheresBaseado na obra de David Nicholls, que também escreveu o roteiro,Um Dia conta com a direção de Lone Scherfig (Educação). O roteiro explora o relacionamento de Dexter e Emma, mas ao invés de ser linear e mostrar dia por dia da vida dessas duas pessoas tão diferentes, ele inicia a história no dia 15 de julho de 1988. Talvez eu tenha gostado da ideia por ter a coincidência de ser QUASE no dia do meu aniversário. Enfim. A história se passa de ano em ano, mostrando apenas (e exatamente) o que acontece em todos os dias 15/7 da vida da dupla. Ao contrário do que isso possa parecer, o filme não estraga o conceito e, embora a linguagem cinematográfica impeça a utilização de todos os elementos contidos na obra literária, o resultado final não deixa muito a desejar para os fãs do livro.

Assista aqui

melhores-filmes-dirigidos-por-mulheres-guerra-ao-terror-193x300 Filmes online #6: 5 Dicas de produções comandadas por mulheresSe você for um espectador em busca de um “filminho pipoca mimimi” para gastar o seu tempo dando uns amassos, peço um favor: não saia dizendo que detestou tudo, pois certamente não é verdade, considerando que seus olhos estavam fechados na maior parte do tempo. A Viagem é uma experiência pretensiosa, que acabou sendo injustamente mal recebida por muitas pessoas, mas que realmente cresce depois de uma boa reflexão. Abra o seu coração, faça uns treinos de Yoga para exercitar a paciência, e então vá para o cinema. Talvez você se surpreenda e descubra que… ahnm, tudo está conectado.

Assista aqui

melhores-filmes-dirigidos-por-mulheres-guerra-ao-terror-193x300 Filmes online #6: 5 Dicas de produções comandadas por mulheresBebendo da fonte de Roman Polanski, a diretora Jennifer Kent orienta-se pelo terror familiar, onde a falecida figura do pai é uma constante na rotina de mãe e filho – ambos assombrados por sua ausência. Deste modo, um conto de fadas assustador ganhar forma pode ser apenas uma consequência em um lugar que já respira o terror e a angústia. (Andrey Lehnemann)

Assista aqui

Redação do Buteco

Cinema por quem entende mais de mesa de bar.