Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Os 30 Melhores Filmes de Aventura dos Anos 2000

O Cinema de Buteco orgulhosamente apresenta os 30 melhores filmes de aventura dos anos 2000.

Melhores filmes de aventura dos anos 2000 - Retorno do Rei

NA ÚLTIMA LISTA DE GÊNEROS DO NOSSO ESPECIAL DE OITO ANOS DO CINEMA DE BUTECO, nosso editor Tullio Dias enfrentou uma verdadeira aventura para conseguir selecionar os 30 melhores filmes de aventura dos anos 2000 dentre as listas recebidas durante a pesquisa na redação do site. Mas como bom guerreiro que é e inspirado pelas histórias vencedoras das obras aqui mencionadas, o desafio foi concluído com sucesso e agora todos temos a oportunidade de desfrutar do resultado dessa pesquisa iniciada no segundo semestre de 2015 e que agora chega até os nossos leitores.

- Advertisement -

Curiosidades:
– Nossa definição gênero é a seguinte: “circunstância ou lance acidental, inesperado; peripécia, incidente.”
– A lista de aventura foi uma das mais complicadas de ser finalizada. Apenas 10 colaboradores participaram e o total de obras citadas não chegou a 60.
– A falta de opção no entanto não é desculpa para os três filmes da saga O Senhor dos Anéis aparecerem: a trilogia de Peter Jackson está presente em todas as dez listas individuais.
– O mesmo não pode ser dito sobre a presença de Star Wars: Episódio III – A Vingança do Sith
– A lista de melhores filmes de aventura dos anos 2000 é quase um spoiler do que teremos no artigo dedicado para as animações: nada menos que 10 longas estarão nas duas listas, mas não tinha como deixar de fora, né?

(Textos por Carvalho de Mendonça,  Leonardo Lopes Carnelos, Marcus Celestino, Natalia Ranhel, Nathália Pandeló Corrêa, Raissa Lazarek e Tullio Dias – clique nos links para seguir no Twitter)

Apreciem sem moderação!

Melhores filmes de aventura dos anos 2000 - Star Wars

30- Star Wars: Episódio III – A Vingança do Sith (Star Wars: Episode III – The Revenge of the Sith, George Lucas, 2005)

George Lucas megalomaníaco fez muita cagada com a nova trilogia de Star Wars. especialmente por não ceder a cadeira de diretor para profissionais mais competentes. Apesar de tudo, o encerramento da segunda trilogia foi marcado pelo duelo épico entre dois amigos e apresenta a queda de um homem diante um poder maior.

Melhores Filmes de Aventura dos anos 2000 - Besouro
29- Besouro (João Daniel Tikhomiroff, 2009)

Um dos méritos do longa-metragem é homenagear um verdadeiro herói do Brasil e conseguir fazer isso numa obra que faz referência a Matrix e O Tigre e o Dragão, além de incluir a capoeira.

Melhores Filmes de Aventura dos anos 2000 - King Kong
28- King Kong (Peter Jackson, 2005)

Depois do sucesso da trilogia do Senhor dos Anéis, Peter Jackson achou que podia fazer de tudo que os estúdios, a crítica e o público aplaudiriam de pé. Com a refilmagem de King Kong, ele descobriu que não era bem assim. Mesmo assim, o filme do macacão é bom o suficiente para merecer uma posição de destaque nas melhores aventuras lançadas nos anos 2000.

Melhores Filmes de Aventura dos anos 2000 - Sociedade do Anel

27- O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (The Lord of the Rings: The Fellowship of the Rings, Peter Jackson, 2001)

A primeira parte da trilogia do Senhor dos Anéis é a mais fraca, mas ainda assim melhor que a maioria dos títulos lançados nesse período. Com uma direção eficiente que permite ao espectador conhecer aos poucos os seus heróis e os obstáculos a serem vencidos no meio do caminho, Peter Jackson abriu espaço para uma das melhores adaptações literárias da história do cinema.

Viagem a Darjeeling

26- Viagem a Darjeeling (The Darjeeling Limited, Wes Anderson, 2007)

Neste filme de Wes Anderson, três irmãos partem para Índia, afim de realizar uma viagem espiritual. Quem faz uma viagem espiritual é na verdade quem assiste o filme e fica imerso nos elementos. Tanto os atores, quanto o cenário (trem, trem, paisagem), os acontecimentos inesperados e a maravilhosa simetria de Wes fazem dessa obra, um filme imperdível (principalmente para fãs de Adrien Brody).

A Era do Gelo

25- A Era do Gelo (Ice Age, Carlos Saldanha, 2002)

Lançado no começo dos anos 2000, o primeiro filme da franquia A Era do Gelo ainda não foi superado. Ao nos apresentar tantos personagens carismáticos, Carlos Saldanha criou um verdadeiro clássico da animação.

As Cronicas de Narnia - O Leao o Feiticeiro e o Guarda-Roupa

24- As Crônicas de Nárnia – O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa (The Chronicles of Narnia : The Lion, the Witch and the Wardrobe, Andrew Adamson, 2005)

Um universo lúdico com personagens marcantes e uma bela de uma história! A trama se desenrola inicialmente com a traição de um dos quatro irmãos Pevensie. Edmundo, corre para as imponentes peles quentinhas que envolvem a rainha Branca e acaba causando sérios problemas aos irmãos. Destaque para a maravilhosa Tilda Swinton, produção de figurino, set e efeitos especiais. Todos queremos viver em Nárnia.

A Vida Marinha com Steve Zissou

23- A Vida Marinha com Steve Zissou (The Life Aquatic With Steve Zissou, Wes Anderson, 2003)

A Vida Marinha com Steve Zissou é o filme mais subestimado do incrível Wes Anderson. Apesar de contar com o tom cômico e a estética usual de outras obras do realizador, o visual é deslumbrante e a trilha sonora — composta por versões em português de canções de David Bowie interpretadas por Seu Jorge — é excelente. Destaque também para a sempre competente direção de fotografia de Robert Yeoman e para o roteiro (escrito por Anderson e Noah Baumbach), que evoca “The Magnificent Ambersons” e “Moby Dick”.

E Ai Meu Irmao Cade Voce

22- E aí, Meu Irmão, Cadê Você? (O Brother, Where Art Thou?, Ethan e Joel Coen, 2000)

George Clooney, John  Turturro e Tim Blake Nelson estrelam essa divertida comédia dos irmãos Coen sobre três irmãos que fogem da prisão durante a Era da Depressão Americana, mas são perseguidos por um xerife está decidido a encontrá-los. 

Lisbela e o Prisioneiro

21- Lisbela e o Prisioneiro (Guel Arraes, 2003)

Fugindo um pouco do que é mais popular para o grande público, Lisbela e o Prisioneiro colocou Débora Falabella e Selton Mello como par romântico numa improvável história de amor que tinha tudo para dar errado: assim como acontece a cada nova investida amorosa da vida real. Talvez por isso seja uma história tão deliciosa. 

Diarios de Motocicleta

20- Diários de Motocicleta (Walter Salles, 2004)

Gael Garcia Bernal vive o lendário Che Guevara nesse sensível retrato da época em que o guerrilheiro ainda não existia. Um road movie imperdível baseado numa história real.

Piratas do Caribe - A Maldicao do Perola Negra

19- Os Piratas do Caribe: A Maldição do Pérola Negra (Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl, Gore Verbinski, 2003)

Quem é que não gosta do divertido pirata Jack Sparrow? Ainda que o personagem tenha transformado Johnny Depp num ator reconhecido mundialmente por interpretar tipos estranhos e isso ter prejudicado a sua carreira, o primeiro Piratas do Caribe garante boas horas de diversão e humor.

77 - Ratatouille

18- Ratatouille (Brad Bird, 2007)

Um rato numa jornada incomum: tornar-se chef de cozinha em Paris. Só pela sinopse, a aventura de Remy já valeria a pena, mas nesta primeira leva de animações do estúdio Pixar o subtexto de temática mais adulta surpreende, e Ratatouille nos mostra a importância em construir algo ao invés de viver às custas das obras dos outros. Um filme para todas as idades.

Harry Potter e o Enigma do Principe

17- Harry Potter e o Enigma do Príncipe (Harry Potter and the Half-Blood Prince, David Yates, 2009)

Os filmes da franquia Harry Potter foram evoluindo com o passar dos anos e felizmente, hoje, ao observarmos toda a obra, percebemos como até a visão infantil de Chris Columbus nas duas primeiras partes são importantes: David Yates cria um épico sombrio sobre as consequências da maturidade e nossas responsabilidades. Filmaço!

Desventuras em Serie

16- Desventuras em Série (A Series of Unfortunate Events, Brad Silverling, 2004)

Três irmãos descobrem que seus pais acabaram de morrer em um incêndio na casa da família (não é spoiler). Aspectos familiares são colocados à prova quando os três orfãos vão para a casa do Conde Olaf, um ator fracassado sem qualquer tipo de escrúpulo. O mais bacana é que cada um dos irmãos possui algo singular que os define por inteiro, peculiaridades, excentricidades… Vale lembrar que a questão da morte dos parentes e o mistério em torno disso provavelmente serão abordados na série / sequência que está sendo produzida pela Netflix.

Stardust

15- Stardust: O Mistério da Estrela (Stardust, Matthew Vaughn, 2007)

Para os apaixonados por boas histórias, qualquer coisa com a assinatura de Neil Gaiman vale a nossa atenção. Agora se formos falar narrativamente, a verdade é que Mathew Vaughn poderia ter feito um trabalho bem superior. Ainda assim: Stardust merece o seu lugar entre os 30 melhores dos anos 2000.

Os Incriveis

14- Os Incríveis (The Incredibles, Brad Bird, 2004)

Dizem as más línguas que Os Incríveis é o melhor filme do Quarteto Fantástico já produzido até hoje. Independente de você concordar ou não, o fato é que Brad Bird conseguiu criar uma verdadeira família de heróis que precisa lutar junto para vencer seus problemas. 

Melhores filmes de aventura dos anos 2000 - Naufrago
13-  Náufrago (Cast Away, Robert Zemeckis, 2000)

Depois da parceria vitoriosa de Forrest Gump, Zemeckis e Hanks apresentam para o mundo uma história de como o amor é forte o suficiente para servir de combustível para a sobrevivência de um homem numa ilha deserta. Wilson, nós amamos você!

O Fantastico Sr Raposo

12- O Fantástico Sr. Raposo (Fantastic Mr. Fox, Wes Anderson, 2009)

“Fazer um filme em stop motion”. Deve ter sido um estalo na cabeça do Wes Anderson, um cara que vinha construindo uma carreira toda certinha dentro do gênero de “filmes tecnicamente impecáveis sobre famílias disfuncionais com Bill Murray e/ou Jason Schwartzman, irmãos Wilson em tons de pastel”. O que não significa que ele tenha trocado de estilo. Porque O Fantástico Sr. Fox não é lá tão fantástico assim. Ele tem uma certa dose de melancolia que não poderia faltar nos protagonista de Wes. Mas também tem uma pureza revigorante, uma vontade constante de fazer o que é preciso, mesmo que isso signifique meter os pés pelas mãos. O Fantástico Sr. Raposo é talvez uma das desculpas mais convincentes que Anderson teve para mergulhar de vez nas suas fixações estéticas, criando um mundo do zero (com base no livro de Roald Dahl). Tudo isso para construir uma deliciosa aventura, uma história de gato-e-rato, de roubo e conspirações com o charme de George Clooney dando voz ao personagem principal. O que, pensando bem, personifica da melhor forma o mundo de Wes Anderson: adoravelmente estranho e surpreendentemente cativante.

Up - Altas Aventuras

11- Up: Altas Aventuras (Up, Pete Docter, 2009)

A jornada do herói prega que antes de fazer o retorno para casa com os louros da vitória, o protagonista precisa arder nas sete camadas do inferno. E é pra lá que o expectador vai, junto com o Sr. Frederiksson logo nos primeiros minutos do filme. Nesta que é uma das mais ousadas e bem executadas sequências de abertura de uma animação.

Onde Vivem os Monstros

10- Onde Vivem os Monstros (Where the Wild Things Are, Spike Jonze, 2009)

Para um espectador desavisado, o roteiro mostra apenas a imaginação do personagem Max indo parar numa ilha habitada por monstros gigantes. Mas é claro que Spike Jonze não iria fazer algo simples e sem nenhuma mensagem subliminar. Onde Vivem os Monstros é um desses filmes psicológicos que só mesmo psiquiatras ou aficionados em Freud podem/conseguem analisar e tentar transmitir a mensagem da trama.

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

9- Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (Harry Potter and the Prisoner of Azkaban, Alfonso Cuaron, 2004)

Neste filme, como em todos os outros da saga, o personagem principal é sempre visto em devaneios tristes a respeito de sua família (pai e mãe). Entretanto neste filme ele irá descobrir que possui um familiar. Logicamente nada é tão fácil e o personagem precisará passar por dificuldades até o momento feliz do filme (sim, Harry Potter irá sorrir). Lobos, cães e ratos terão um papel importante nesse filme, fique atento.

O Senhor dos Aneis - As Duas Torres

8- O Senhor dos Anéis: As Duas Torres (The Lord of the Rings: The Two Towers, Peter Jackson, 2002)

Três palavras: Legolas descendo a escada. As Duas Torres eleva o nível de A Sociedade do Anel e nos apresenta sequências de batalhas de deixar até o espectador mais chato boquiaberto. E mesmo se fosse apenas “batalhas”, o longa-metragem mereceria uma posição de destaque, mas ele possui muito mais. 

Melhores Filmes de Aventura dos anos 2000 - Prenda-me Se for capaz
7- Prenda-me Se For Capaz (Catch Me If You Can, Steven Spielberg, 2002)

Steven Spielberg, Leonardo DiCaprio e Tom Hanks se unem para contar a história real de Frank Abagnale Jr., um engenhoso golpista, considerado um dos principais estelionatários de todos os tempos. DiCaprio, em mais uma excelente atuação, cria um charmoso e irresistível personagem, que transforma o espectador em cúmplice de seus milionários delitos e, juntos, desafiam a competência do experiente agente Hanratty (Hanks). Além da dupla principal, o lendário Christopher Walken brilha como pai do protagonista. Em quase duas horas e meia de filme, acompanhamos um talentoso rato transformando nata em manteiga.

Procurando Nemo

6- Procurando Nemo (Finding Nemo, Andrew Stanton, 2003)

“Após evento extremamente traumático, pai superproteror precisa resgatar filho portador de necessidades especiais com a ajuda de uma mulher que sofre de perda de memória recente. Tudo isso na imensidão do fundo do mar. Se o conflito exterior do protagonista assusta, o conflito interior ameniza o clima do filme como um perfeito alívio cômico: um peixe palhaço que não sabe contar piadas.

Procurando Nemo aborda tantos assuntos relevantes e de forma tão sensível e delicada em meio a grande jornada que tem seu lugar garantido entre as melhores aventuras da década.”

Gladiador

5- Gladiador (Gladiator, Ridley Scott, 2000)

“Clássico do cinema moderno e uma das principais obras da carreira de Ridley Scott, Gladiadoré um filme indispensável para os cinéfilos e apaixonados por boas histórias.”

A Viagem de Chihiro

4- A Viagem de Chihiro (Sen to Chihiro no Kamikakushi, Hayao Miyazaki, 2001)

É um estilo diferente das consagradas animações comerciais que vemos no cinema. O Japão tem seu próprio ritmo, e Miyazaki é o maior de todos os maestros.

30 - Na Natureza Selvagem
3- Na Natureza Selvagem (Into the Wild, Sean Penn, 2007)

Talvez seja uma grande injustiça da nossa parte não ter eleito Na Natureza Selvagem como o melhor filme de aventura dos anos 2000. Sean Penn comandou uma das obras mais profundas produzidas nos últimos anos e apresentou uma verdadeira jornada em busca de autoconhecimento, paz e alegria. Tudo ao som de Eddie Vedder. Se você é uma pessoa que pensa constantemente em achar o seu lugar no mundo, pegar uma mochila e viajar por aí, Na Natureza Selvagem é o seu filme favorito (e você nem sabia disso ainda).

O Tigre e o Dragao

2- O Tigre e o Dragão (Wo hu cang long, Ang Lee, 2000)

“O filme possui várias camadas, mas a temática principal é a vingança. Só que uma escalada de vingança nunca acaba a menos que alguém tenha a sabedoria suficiente de romper o ciclo de ódio e sede de justiça. Durante a narrativa podemos observar o padrão bem descrito por Michael Corleone em O Poderoso Chefão III: “Por mais que eu tente sair eles me puxam de volta!”

29 - O Senhor dos Aneis – O Retorno do Rei

1- O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (The Lord of the Rings: The Return of the King, Peter Jackson, 2003)

O Retorno do Rei e suas trinta e nove horas de duração encerra a nossa lista de melhores filmes de aventura com merecimento. Peter Jackson realizou o que a maioria da indústria considerava impossível e adaptou a obra de J.R.Tolkien de uma maneira que o próprio autor teria reverenciado o resultado. O encerramento da trilogia é grandioso em todos os sentidos e encerra de vez todos os arcos de histórias sobre a eterna luta do bem contra o mal. As melhores batalhas foram guardadas para o final e a versão estendida passa num piscar de olhos: quando estamos na Terra-Média o tempo parece não passar. Que filme. 

CONTINUE LENDO PARA CONHECER OUTRAS DICAS QUE ACABARAM DE FORA DO RANKING FINAL:

Comentários