Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Top 10 – Melhores Animações de 2015

Bing Bong Divertida Mente

BEM-VINDOS À LISTA DE ANIMAÇÕES DO ANO MAIS DIVERSA que o Cinema de Buteco já apresentou. Em 2015 tivemos uma seleção incrível de longas animados e nossa lista busca explorar todas as facetas dessa forma de arte tão rica em possibilidades.

Tem computação gráfica, mas também tem animação desenhada à mão, stop-motion e papéis recortados. Tem filme dos Estados Unidos e do Japão, mas também da Irlanda, da Letônia e do Brasil. Tem obras com apelo infantil, mas tem outras que é melhor deixar longe da criançada.

- Advertisement -

A única coisa que não tem? Aquelas criaturinhas amarelas que já estiveram por toda parte este ano e deram o que tinham que dar. Sem os famigerados Minions, aqui estão as 10 melhores animações de 2015:


Path of Blood - Melhores Animações 2015

10- Path of Blood

Imagine um longa de animação feito inteiramente por uma pessoa só. Foi o que o norte-americano Eric Power conseguiu com Path of Blood, uma sanguinolenta história de samurai criada apenas com papéis recortados. A animação em si se sai melhor nas cenas tarantinescas de luta e sangue jorrando do que em movimentos simples como comer e beber, mas o nível de detalhe impressiona (com destaque para os animais e a vegetação), e só a proeza de fazer isso tudo sozinho já vale uma posição na nossa lista – mais do que muita produção multimilionária por aí.

Onde encontrar: Vimeo on Demand


Minúsculos o Filme - Melhores Animações 2015

9- Minúsculos – O Filme

Esqueça os insetos falastrões de Formiguinhaz e Vida de Inseto: na animação franco-belga Minúsculos – O Filme, os pequenos artrópodes só conversam em zunidos e zumbidos, no primeiro (mas não o último) filme totalmente sem diálogos da nossa lista. E a verborragia não faz falta: a história, que segue uma joaninha no meio de uma guerra entre formigas pretas e formigas vermelhas, é repleta de piadas visuais que usam criativamente o universo de miudezas, incluindo uma cena de batalha estilo O Senhor dos Anéis em que estilingues, fogos de artifício e latas de inseticida equivalem a armas de destruição em massa.


As Memórias de Marnie - Melhores Animações 2015

8- As Memórias de Marnie

Dirigido por Hiromasa Yonebayashi, animador de clássicos modernos como A Viagem de Chihiro, As Memórias de Marnie gira em torno do relacionamento entre duas amigas: Anna, menina da cidade passando uns tempos no interior segundo ordens médicas, e Marnie, que vive em uma mansão ora cheia de vida, ora aparentemente abandonada. É um filme protagonizado por crianças, mas bem maduro, e se for mesmo o último do Studio Ghibli (esperamos que seja apenas um hiato), uma tocante despedida.


Rocks in my Pockets - Melhores Animações 2015

7- Rocks In My Pockets

Escrito, dirigido, produzido, animado e dublado (!) pela letã Signe Baumane, Rocks In My Pockets é – como seria de se esperar – um filme extremamente pessoal e autobiográfico. A trama costura as histórias de vida de cinco mulheres, incluindo a autora, sua avó e suas primas, na Letônia dos anos 1920 aos dias atuais. Embora trate de temas difíceis (e raros em animações) como depressão, transtorno bipolar e suicídio, a obra equilibra tudo isso com inventividade e um supreendente bom humor.

Onde encontrar: Rocks In My Pockets (site oficial)


A Canção do Oceano - Melhores Animações 2015

6- A Canção do Oceano

Quando os indicados ao Oscar 2015 foram anunciados, duas reações foram comuns: “Como assim, Uma Aventura Lego não está sequer entre os cinco?!” e “Que filme desconhecido é esse que entrou no lugar?” Pois A Canção do Oceano (Song of the Sea) merece com louvores a indicação, confirmando o talento de seu diretor Tomm Moore (de Uma Viagem ao Mundo das Fábulas, indicado em 2009). A animação irlandesa mistura o mundo moderno com mitologia celta, criando sequências de visual impecável e de uma bela melancolia.


Shaun o Carneiro - Melhores Animações 2015

5- Shaun, o Carneiro

O estúdio Aardman, responsável por Fuga das Galinhas e Wallace & Gromit, retorna com mais uma excelente animação em stop-motion, levando às telonas a sua bem-sucedida série televisiva Shaun, o Carneiro. Desta vez os caprinos partem para a cidade grande, criando um prato cheio para confusões mirabolantes, detalhes criativos e piadas genuinamente engraçadas. E tudo isso sem precisar de uma só linha de diálogo.


O Conto da Princesa Kaguya - Melhores Animações 2015

4- O Conto da Princesa Kaguya

Possivelmente um dos últimos filmes do emblemático Studio Ghibli, O Conto da Princesa Kaguya merece todos os elogios, prêmios e indicações (inclusive ao Oscar) que recebeu. O longa adapta o milenar “Conto do Cortador de Bambu”, considerada a mais antiga narrativa japonesa, com um estilo que foge do visual habitual dos animes e mais lembra uma pintura em movimento, com seus traços de nanquim e cores de aquarela.


O Menino e o Mundo - Melhores Animações 2015

3- O Menino e o Mundo

Peraí: mas esse filme não estreou no Brasil láááá no início do ano passado? Bom, estrear, estreou. Mas como a nossa lista de melhores animações de 2014 indesculpavelmente deixou passar esta bela animação tupiniquim, e 2015 foi o ano em que o Menino ganhou o Mundo (estreando pelo planeta afora e abocanhando prêmios mil), fazemos um mea culpa estilo “antes tarde do que nunca”. A animação de Alê Abreu começa de forma simples, com um protagonista de design minimalista que sai pelo mundo à procura do pai, e logo revela não só seu visual fantasticamente imaginativo, como suas camadas sócio-político-ambientais.


Cheatin' - Melhores Animações 2015

2- Cheatin’

Nada menos que o quarto filme sem diálogos do nosso top 10, Cheatin’ (que, se lançado oficialmente no Brasil, fatalmente se chamaria “Chifrando”) narra uma tórrida história de amor que descamba para ciúmes, mal-entendidos e traição. Mas em vez de um melodrama de novela mexicana, temos o estilo inconfundível do lendário Bill Plympton, que desenhou o filme inteiro praticamente sozinho. Lascivo e surrealista, é uma das animações mais originais – e, infelizmente, negligenciadas – de 2015. Mantenha longe das crianças.

Onde encontrar: Vimeo On Demand


Divertida Mente - Melhores Animações 2015

1- Divertida Mente

Como é bom ver a Pixar voltar à boa forma. Depois de cinco anos amargando esforços menores como Carros 2, Valente e Universidade Monstros, o estúdio finalmente nos brindou com uma obra criativa e emocionante, de fazer jus aos seus neoclássicos da década passada. Ao personificar emoções universais, o filme mostra o quão importante é cada uma à sua hora, especialmente aquelas tidas como “negativas” – o Medo, a Raiva, a Tristeza. Repleto de detalhes “piscou, perdeu” e boas sacadas para explicar conceitos abstratos (dos amigos imaginários às músicas-chiclete que não saem da cabeça), Divertida Mente captura com perfeição o turbilhão de emoções enfrentados por uma pré-adolescente e termina com a sensação de que só arranhou a superfície do rico universo cerebral que nos apresentou. Imagina uma série à la “Trilogia do Antes”, seguindo a protagonista Riley e suas sinapses por décadas a fio?


Confira também:

Melhores Animações de 2014

Melhores Animações de 2013

Melhores Animações de 2012