Top 10 – Melhores Filmes de Aventura de 2013

CHEGOU A HORA DE FALARMOS DE AVENTURA. Não é tão fácil quanto parece preparar uma lista dedicada somente aos filmes deste gênero, pois diversas produções podem acabar, por algum de seus elementos, encaixando-se como aventuras. De qualquer forma, procuramos ser bastante seletivos na escolha para não abrigarmos todo tipo de filme, e aí estão os principais destaques deste grande gênero em 2013. Confira:

Menção Honrosa: O Homem de Aço

O Superman sempre foi um personagem chato e sem graça. Ele é o Superman, sabe? Ele pode tudo melhor do que qualquer pessoa (exceto o Batman, claro) e suas histórias acabam sendo bobinhas demais, considerando a força e importância do herói. No entanto, qual foi a minha imensa surpresa ao sair da sala de cinema e descobrir que Zack Snyder fez uma verdadeira mágica e conseguiu realizar uma obra assombrosa, auxiliado especialmente pela trilha sonora inspirada de Hans Zimmer. O Homem de Aço está longe de ser uma obra-prima, mas certamente deixou uma excelente impressão do Superman e fez os haters morderem a língua e ficarem ansiosos pela continuação, que trará o reforço muito bem vindo do Homem-Morcego. E em um ano pouco inspirado para as adaptações de HQ´s, é o filme que salva a pátria e nos faz salivar pelas aventuras inéditas de Capitão América, Homem-Aranha e Os Guardiões da Galáxia, em 2014.

Tullio Dias


10 – Oz – Mágico e Poderoso

oz posterAmbientado no empoeirado preto e branco Kansas (claro) de 1905, acompanhamos Oscar Diggs (James Franco), um mágico cuja honestidade não é seu ponto forte e que sonha em se tornar um grande homem. Uma tempestade (claro) o leva a Oz, uma colorida terra que vive sob a maldição de uma bruxa má e que espera que a profecia na qual um poderoso mágico os salvará se concretize. Auxiliado pelo macaco voador Finley (Zach Braff) e pela bonequinha de porcelana China Girl (Joey King – e é uma pena que o nome da personagem não tenha sido bem traduzido no Brasil), Oscar precisa, por pura ganância, provar ao povo de Oz e às bruxas Theodora (Mila Kunis), Evanora (Rachel Weisz) e Glinda (Michelle Williams) que ele tornará a profecia verdadeira.

Larissa Padron


9 – O Cavaleiro Solitário

poster o cavaleiro solitarioA lenda do velho oeste O Cavaleiro Solitário ganhou uma grande produção em 2013 para levá-lo às telonas de melhor forma possível. Numa época de transição e modernização para o território norte-americano – a chegada das ferrovias -, quando homens inescrupulosos na busca por poder e ganhos financeiros faziam o que fosse preciso na busca pelo progresso, inclusive acabar com a raça de muitos indígenas, o personagem-título (Armie Hammer) e seu fiel companheiro, Tonto (Johnny Depp) decidem ir atrás de justiça em nome dos prejudicados por isto. Um verdadeiro western, com clima aventureiro, esta produção de Gore Verbinski utiliza-se de diversos clichês e fórmulas, mas emprega-as em favor de uma jornada divertida e com alguns grandes e empolgantes momentos – como as sequências finais, onde a trilha sonora de Hans Zimmer se impõe e 0uvimos o velho tema original do personagem.

Leonardo Lopes


8 – Jack – O Caçador de Gigantes

poster jack o matador de gigantesO oitavo colocado de nossa lista é o subestimado Jack – O Caçador de Gigantes, obra que, dentre todas as citadas, talvez seja aquela melhor enquadrada neste abrangente gênero da aventura. A reinvenção do clássico conto do João e o Pé de Feijão, como aqui o conhecemos, coloca Jack (Nicholas Hoult) num grande desafio, onde terá de enfrentar os gigantes habitantes do topo do pé de feijão para salvar a princesa e recuperar-se do erro cometido ao deixar aquelas sementes caírem no chão. A verdade é que o diretor Bryan Singer fez em seu longa uma aventura à moda antiga, ao estilo matinê, que conta com presença de violência – contida, mas já bem superior à maioria dos blockbusters recentes -, humor – transmitido especialmente através dos ótimos Stanley Tucci e Ewan McGregor -, e um grande desafio e um romance para inspirarem o herói. Talvez sua inocência não tenha agradado muito ao grande público, mas Jack – O Caçador de Gigantes cumpre bem sua proposta aventureira e rende uma bela sessão da tarde.

Leonardo Lopes


7 – Círculo de Fogo

Guillermo Del Toro prometeu um filme sobre robôs gigantes batendo em aliens gigantes. Círculo de Fogo é exatamente assim, ou seja, um prato cheio para toda uma geração que cresceu assistindo aos Power Rangers e quaisquer outras séries live-action que mostrassem a briga da raça humana para conseguir superar um invasor extraterrestre. A versão inteligente de Transformers (chora Michael Bay! Seus robôs nunca serão mais bacanas que os Jaegers gigantescos criados pela equipe criativa de Del Toro) ainda conta com uma trilha sonora inspirada, que premia o espectador com uma das sequências de abertura mais eletrizantes do cinema em 2013. Círculo de Fogo é uma aventura sci-fi daquelas que os fãs do gênero serão capazes de ver e rever milhares de vezes sem nunca deixar de ver graça e apreciar.

Tullio Dias


6 – A Vida Secreta de Walter Mitty

A aventura acompanhada neste belo filme diferencia-se de todas as outras presentes neste ranking, pois não trata-se de uma jornada grandiosa, para salvar o mundo, ganhar uma competição ou algo do tipo, mas simplesmente de uma experiência de auto-conhecimento e novas descobertas. Walter Mitty (Ben Stiller), um homem frustrado e que vive mais em seus sonhos do que na realidade, decide mudar um pouco seus padrões e partir numa viagem inesperada em busca da fotografia perdida que estampará a capa da última edição da Life, publicação para a qual trabalha, onde acabará descobrindo poder fazer muito mais do que imaginava, tudo isso movido pelo amor e pela necessidade de ir atrás de seus objetivos. Uma produção alto-astral, feita na medida para inspirar o espectador, que certamente deixará a sessão querendo entrar numa aventura como aquela vivida por Walter.

Leonardo Lopes


5 – O Hobbit – A Desolação de Smaug

A Desolação de Smaug começa logo após os eventos de Uma Jornada Inesperada e apresenta a trupe dos anões se aproximando cada vez mais do seu destino: recuperar a Montanha Solitária e expulsar o dragão Smaug. Paralelamente, um grande perigo vai se fortalecendo e se preparando para um confronto derradeiro. Além dos velhos conhecidos dos espectadores, incluindo a aparição de Legolas (Orlando Bloom) e uma pequena referência ao anão Gimli, o longa-metragem apresenta a elfa Tauriel (Evangeline Lilly, da série Lost), o arqueiro Bard (Luke Evans), dentre outros novos rostos.

Tullio Dias


4 – Guerra Mundial Z

Após tantos problemas durante sua produção, ficava difícil crer que Guerra Mundial Z pudesse ser um grande filme, por maior que fosse nossa torcida por isto. Mas Marc Forster, Brad Pitt e companhia acertaram, e aqui temos outra ótima mistura de aventura, ação e suspense. A nova visão dada ao apocálipse zumbi, onde o funcionário da ONU, Gerry Lane (Brad Pitt) percorre o globo na busca por alguma alternativa para deter esta epidemia inexplicada e provavelmente fatal para o planeta. Você está convidado a enfrentar uma série de momentos de tensão para descobrir se ele conseguirá ou não cumprir seu objetivo, com Guerra Mundial Z.

Leonardo Lopes


3 – Oblivion

Além de ser uma excelente ficção científica, Oblivion ainda é uma grande aventura pós-apocalíptica, passada em 2077, onde nosso planeta está inabitado após confrontos com alienígenas e Jack Harper (Tom Cruise) é um dos últimos habitantes locais, exercendo a função de “zelador” do que restou da Terra, até encontrar provas de algo que contrariará seus conhecimentos e apontará para a existência de outros seres humanos – ou não – em seu mundo. Um conceito interessantíssimo e com contornos bem desenvolvidos dá razão a um sentimento que permeia a mente da maioria das pessoas quando terminam de ver o longa de Joseph Kosinski: a de que ainda poderiam ver muito mais de tudo aquilo. Isto não significa que o filme não satisfaça, pelo contrário, ele nos trouxe elementos tão interessantes, que gostaríamos de ver ainda mais deles. Com visual e fotografia esplêndidos, boas sequências de ação e uma trilha sonora convidativa a acompanhar as aventuras solitárias – ou nem tanto – deste homem pelo solo irreconhecível de nosso planeta, Oblivion é um grande filme.

Leonardo Lopes


2 – Jogos Vorazes – Em Chamas

É errado dizer que o primeiro Jogos Vorazes seja um filme ruim, embora não seja nada certo dizer que é bom também. Quase como num passe de mágica para resolver essa situação paradoxal, Jogos Vorazes: Em Chamas chegou em grande estilo. Corrigiu os defeitos do original e explorou melhor seu potencial, o que acabou resultando na maior aventura do ano. Não chega a ser uma grande surpresa, pois todo mundo já acreditava que pudesse ser um grande filme, especialmente com a troca no comando da produção, mas é um sinal de que no ano que vem podemos ficar ansiosos para descobrir como é que a saga chegará ao fim.

Tullio Dias


1 – Jurassic Park 3D

poster jurassic parkO parque dos dinossauros nos apresentado por Steven Spielberg deu origem àquela que é uma das maiores aventuras proporcionadas pelo Cinema de todos os tempos. John Hammond (Richard Attenborough) empregou seus recursos financeiros e científicos para trazer os dinossauros de volta à vida da forma mais segura possível, mas ainda assim, os primeiros aventureiros a explorarem o parque acabaram se dando mal e sendo obrigadas a se proteger das feras do modo como podiam. O cineasta construiu um clássico, equilibrando de maneira perfeita os contrastantes climas de aventura familiar e de suspense – quase terror -, sem que um atrapalhasse o outro de alguma forma – contando com a ajuda essencial da trilha sonora memorável de John Williams, em grande forma. Aí você me pergunta: “Mas o que faz esse filme, lançado há 20 anos, estar numa lista dos lançamentos de 2013?”, e a resposta será bem simples: Neste ano, Jurassic Park foi relançado nos cinemas em 3D, o que possibilitou a muito mais gente – especialmente, as gerações mais novas – ter sua primeira chance de ver esta grande obra na telona, da forma como ela deve ser vista.

Leonardo Lopes

Leonardo Lopes

Eu já sabia que ia terminar assim. Estudante de Jornalismo (FAAP-SP). Tenho o Cinema e a comunicação como grandes (únicas?) paixões. Marxista e pessimista. Saudosista e louco.
Colunista do Cinema de Buteco e membro da Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos.