Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Top 5 Filmes de Rock

O dia do rock, e o último grande ídolo

- Advertisement -

Coroando o dia do rock, o Cinema de Buteco mostra agora a sua lista de melhores filmes de música (até o momento – listas estão em constantes alterações). Dessa vez a lista ficou por minha conta mesmo ao invés de convidar vários amigos para participarem. Claro que existem muitos filmes que deveriam estar presentes, mas não tem espaço para todos. Aí vão os 5 melhores filmes de rock:
Quanto Mais Idiota Melhor (menção honrosa)
Esse filme merecia aparecer só por ter uma cena épica com uma das melhores músicas já feitas na história: “Bohemian Rhapsody” do Queen. Mike Myers foi o responsável por um dos primeiros filmes que tratava de homenagear o estilo e não retratar o uma banda/artista de rock.
The Wonders
 
 
Tom Hanks quis contar a sua própria versão do que foi a história dos Beatles e inventou o The Wonders, a banda de um sucesso só mais famosa do cinema. Personagens carismáticos, música boa, Liv Tyler… não tinha como não ser um sucesso que faz cada vez mais fãs até hoje. Uma pena que o filme não tenha aparecido aqui nas páginas do Buteco até hoje…
9 Canções
Sexo, drogas e rock n`roll no melhor estilo pornô chique e inteligente. Um casal se conhece durante um show de uma banda alternativa e logo depois já agarram em um motel. Cenas explícitas e muita música boa, além de diálogos envolventes e reflexivos.
Sid Vicious foi um personagem histórico na música. Dono de uma incapacidade técnica de fazer inveja a qualquer novato, o baixista dos Sex Pistols começou com todo esse papo de visual punk e o chamado “activia + johnnie walker style” (ou cagando e andando, para quem não anda acompanhando as piadinhas infames da internet). Sid fez a maioria dos shows com o baixo desligado e o que ele sabia fazer mesmo era arrumar polêmica tanto no palco quanto fora. Seu relacionamento com as drogas e com sua mulher Nancy eram igualmente destrutivos e uma tragédia era inevitável. Gary Oldman tem um de seus grandes momentos da carreira na interpretação de Sid. O filme nem é tão incrível assim, mas como falar de um especial de rock e deixar de lado esse ícone?
Alta Fidelidade
 
Imaginem só um sujeito que é apaixonado por música pop. Daí ele cria um livro contando a vida e as paixões românticas (e musicais) de um dono de uma loja de discos. Anos se passam e o livro ganha uma adaptação estrelada por John Cusack e Jack Black. Tem como deixar passar em branco? Alta Fidelidade, assim como Quase Famosos, chega bem próximo de explicar o que é aquele sentimento apaixonado que domina as pessoas que não estão em cima do palco, mas que amam e colocam a música como peça essencial de sobrevivência.
Quase Famosos
 
Cameron Crowe escreveu o filme a partir das suas próprias experiências acompanhando uma
turnê do Led Zeppelin nos anos 70. O resultado foi o melhor filme de música já produzido. Os livros de Nick Hornby (autor de Alta Fidelidade) podem ser uma constante e permanente declaração de amor, mas o que Cameron Crowe e seus personagens conseguiram fazer ninguém vence. Imperdível.