Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Os Melhores Clipes do Deftones

Os melhores clipes do Deftones é um oferecimento BHM Turismo:

BHMTURISMO Excursão BH pro Rock in Rio

Deftones principal

- Advertisement -

O DEFTONES É UMA DAS PRINCIPAIS BANDAS DO CHAMADO NU METAL e foi formada nos Estados Unidos em 1988. Atração do Rock in Rio no dia 24 de setembro, ao lado de Queens of the Stone Age e System of a Down, a banda possui diversos clipes marcantes ao longo de sua carreira e uma das principais características dos vídeos é a presença de elementos sensuais. As letras cantadas pelo vocalista Chino Moreno sempre encontram um ponto de apoio em imagens que acentuam o desejo e o fetichismo das músicas.

Infelizmente, a banda nunca trabalhou com nenhum cineasta de renome ou procurou investir demais para ter atores famosos nos seus vídeos. Isso não significa que a qualidade do material é questionável. O melhores exemplos disto estão  no surreal “You’ve Seen the Butcher” e na viagem psicodélica de “Sextape”.

Para saber mais sobre o Rock in Rio, acompanhe a cobertura especial que farei pelo Audiograma.

“Sextape”

Em 2010, o Deftones liberou o clipe para “Sextape”, faixa que está presente em 11 de cada 10 listas de músicas para se ouvir fazendo sexo. Difícil analisar esse clipe e seus significados. É uma grande experiência sensorial decorrente do efeito de algum alucinógeno. Afinal, conseguimos entender a parte de tesão presente na canção e ilustrada no clipe, mas essas cores e a viagem da piscina são loucas demais para não serem causadas por alguma viagem muito boa.

“You’ve Seen the Butcher”

Nunca existiu uma biblioteca mais interessante na história dos clipes do que essa aqui presente nesse vídeo do Deftones. Os versos iniciais transpiram sexo e isso fica evidenciado no refrão quente que deixa todo mundo suando e sem roupa. Esse é um daqueles casos em que o clipe é tão legal que acaba dando mais graça para a canção.

“My Own Summer (Shove it)”

Lançado em 1997, como um dos singles do disco Around the Fur, “My Own Summer” é a faixa com a melhor riff criada pelo Deftones até o momento. Além de ter um belo trabalho do baixista. O momento em que o instrumento entra fazendo a cama nos versos é arrepiante. Já o clipe tem a sacada de usar um tubarão (!!!) em sequências aceleradas e curtas para dar a ideia do quanto o Deftones é agressivo.

“Bloody Cape”

O Deftones tem fetiche com garotas e se isso não fica explícito o bastante nas letras insinuantes, os clipes deixam isso bem desenhado. Em “Bloody Cape”, de 2003, acompanhamos essa garota linda que caminha com uma saia curtinha com o seu cachorro e deixa todos os rapazes boquiabertos.

“Back to School”

É um clipe rebelde. Chino Moreno (vocalista) invade uma escola e cria caos e anarquia, deixando os professores e diretor loucos da vida. Esse espírito jovem é um tanto bobo, quanto nas cenas em que o vocalista caminha pelas mesas dos estudantes (que são retratados como criaturas apáticas e forçadas a estar lá). Claro que todo mundo que está na escola se sente exatamente daquela maneira, mas para quem tem 30 anos nas costas é apenas engraçado de um jeito que dá vergonha. A música, felizmente, é sensacional.

“Rocket Skates”

O clipe de “Rocket Skates” é daqueles bem tradicionais de banda: tem umas cenas gravadas com atores combinando com momentos da banda tocando. O legal aqui que diferencia o vídeo são as cenas que apresentam a femme fatale da vez num quarto que cheira a sexo.

“Change (In The House of the Flies)

Durante muitos anos, “Change” era a minha canção favorita do Deftones. Hoje já não é bem assim (“Passenger” e “Headup” são minhas preferidas), mas sem dúvidas é uma composição intensa. O clipe pode ser considerado como a continuação do vídeo de “Whiskey in the Jar”, do Metallica, mas agora mostrando todo mundo de ressaca depois de quebrarem tudo numa festa.

“Swerve City”

Um dos trabalhos mais recentes da banda é também aquele com a melhor fotografia de toda a “filmografia” do Deftones. A mulher em cima do cavalo correndo pelo deserto é uma coisa linda de se ver. Existe o flerte sensual, claro, mas desta vez é apenas um detalhe a ser observado por quem conhece todos os clipes anteriores. O importante é realmente curtir o visual.

“7 Words”

O clipe não tem nada demais para ser comentado, mas a música é boa demais para a gente fazer um especial sobre o Deftones e deixar de fora. Seria um crime daqueles que nos fazem arder na tábua de assar jiló e fadados a tomar cerveja quente para toda a eternidade.

Destaque: Melhores clipes do Deftones

BHMTURISMO: Excursão para o Rock in Rio
Pacotes executivos para o Rock in Rio 2015

Comentários