Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Guia de shows no Brasil em 2017 (ou nossos sonhos musicais)

Nosso querido Tio Patinhas

Desde 2013 o Tears For Fears anunciou que trabalha em um novo álbum de estúdio. O último trabalho original que a banda lançou foi o Everybody Loves A Happy Ending (2004), que apesar de ter sido um álbum de imensa importância por marcar o retorno da dupla (que havia se separado após o lançamento de Sowing The Seeds Of Love em 1989) acabou, de maneira geral, sendo decepcionante.

Constantemente, desde que Roland Orzabal e Curt Smith juntaram-se nos anos 2000, a banda tem realizado apresentações pelos Estados Unidos, sempre tocando faixas de todos os discos que já lançaram anteriormente em sua carreira, além de já terem feito turnês mundiais, durante as quais, inclusive, passaram pelo Brasil. O último show deles por aqui foi em 2012… Agora os fãs já estão com saudades, até porque, já faz tempo que este álbum novo está para sair. Não? (Juliana Vannucchi)

- Advertisement -

The Mission: 30 anos de história

Em 2016 o The Mission celebrou 30 anos de existência. Para comemorar a ocasião, em janeiro deste mesmo ano, a banda anunciou uma turnê pela Europa e, consequentemente, o Brasil ficou fora da lista. Entretanto, por aqui os fãs estão e devem ficar esperançosos, afinal, é válido lembrarmos que o vocalista e líder da banda é casado com uma brasileira, e mora com ela aqui em nosso país. Portanto, acho que o The Mission deve comemorar os 31 anos presenteando o público do nosso país. Os show da banda são sempre imensamente elogiados e o grupo tornou-se uma das mais primorosas bandas da DarkWave.

WoodGothic 2017: O Festival que você deveria conhecer

A mítica cidade de São Tomé das Letras é responsável pela organização do maior evento de música underground da América Latina. Recentemente, na página oficial do festival, foi anunciada a próxima edição, que acontecerá nos dias 15,16 e 17 de junho de 2017. Desta vez, mais do que nunca, teremos um evento inesquecível, que conta com bandas como As Mercenárias, Escarlatina Obsessiva, População Zero, Wry, e outras. Além disso, a edição contará com uma discotecagem monstruosa para realizar o brilho do WoodGothic. É meus amigos, está imperdível para qualquer um que aprecie o verdadeiro underground.

Lydia Lunch Retrovirus: a porrada na cabeça que você não quer esquecer

Em 2015, o SESC presenteou o público brasileiro com uma apresentação fenomenal da banda Lydia Lunch Retrovirus. Lydia Lunch é uma da maiores e mais reconhecidas representantes do Punk/Post Punk/Underground. Sua carreira é brilhante, e em seu currículo, além de seus trabalhos solos, constam parcerias e realizações com outros grandes nomes do Rock, como Nick Cave, Steven Severin e Sonic Youth. Com a banda Retrovirus, Lydia uniu-se com três outros grandes músicos, com destaque para Bob Bert, que é arrebatador na bateria. Este homem, a parte, já faz o ingresso valer a pena. Agora nos resta orar para que eles retornem em 2017, afinal, em outros países, eles continuam na ativa. Volta, Lydia!

The National é o show gringo que você assiste com o celular desligado

Já faz muito tempo desde que a banda pisou no Brasil e é um pecado ficarmos esquecidos por um dos maiores letristas da atualidade, Matt Berninger. Existe a chance deles saírem em turnê quando o novo disco for lançado, mas sabem como é… Precisa ter muita esperança para os caras desembarcarem no Brasil. (Tullio Dias)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.