Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Review: Show do Aerosmith em Belo Horizonte @ 18/09/2017

Os norte-americanos do Aerosmith desembarcaram no Brasil para a sua sétima turnê da história, e a primeira noite aconteceu na capital mineira. Confira agora uma breve análise do show do Aerosmith em Belo Horizonte e deixe seus comentários!

Com quase 50 anos de estrada, a banda liderada por Steven Tyler (pai da atriz Liv Tyler, de O Senhor dos Anéis) fez sua primeira visita a cidade dos bares e do pão de queijo. O vocalista mostrou desenvoltura e arriscou palavras em português, mais especificamente no dialeto conhecido como “mineirês”, ao brincar dizendo “Tá bom demais da conta”.

Essa foi uma excelente maneira de descrever o que aconteceu na Esplanada do Mineirão na noite de segunda-feira. Para os 20 mil presentes, público estimado pela produção, a apresentação serviu como uma maneira de matar uma vontade que surgiu para a maioria na metade final dos anos 1990, quando a banda aparecia frequentemente na MTV e tocava direto na 98FM com os clássicos “Crazy”, “Crying” e “I Don’t Want to Miss a Thing”, essa última trilha sonora de Armageddon, longa de Michael Bay.

- Advertisement -

Os erros na apresentação na diminuíram o brilho e o vigor com que a banda tocou seu setlist. Vale lembrar que o Aerosmith conta com a mesma formação original desde o começo da sua carreira, e vários de seus integrantes passaram por sérios problemas de saúde ao longo dos anos. Ver os caras arrasando daquela forma certamente compensa qualquer execução equivocada. Nesse caso, o que vale mais é a entrega final. Afinal, quem busca por perfeição, só a encontrará depois de tomar umas boas caipirinhas.

O setlist agradou em cheio e seria impossível atender todos os desejos dos fãs. Para isso, a apresentação teria que durar umas cinco horas. “Dream On”, “Sweet Emotion” e “Walk This Way” levaram os mais velhos à loucura, enquanto os jovens se emocionaram cantando cada verso da já citada “I Don’t Want to Miss a Thing”.

O saldo final foi mais um show histórico na capital mineira, que mesmo sem parecer empolgada durante toda a apresentação, fez bonito e conseguiu deixar uma boa impressão na turminha da pesada de Boston.

 

 

Comentários