Review: Fear the Walking Dead s02e09 – “Los Muertos”

Fear the Walking Dead voltou com força total.

Depois de um retorno triunfal na semana passada com um episódio inteiro dedicado para o nosso Johnny Depp paraguaio Nick, o spin-of de The Walking Dead conta o que aconteceu com Madison, Strand, Alicia e Ofélia, além de continuar as “aventuras” de Nick com um novo grupo de sobreviventes.

“Los Muertos” eleva a qualidade da série com uma história tensa e um cliffhanger que nos deixa apreensivos sem saber exatamente o que esperar do futuro. Ao que parece, estamos diante uma oportunidade de colocar Travis como salvador da pátria ou de introduzir novos personagens, o que me parece mais provável.

Se bem que depois de ter a nossa inteligência (e paciência) testada tantas vezes em The Walking Dead é bem possível que Strand e Madison consigam encontrar uma forma de escaparem da situação em que se meteram. Inclusive, que belo momento! Quem acompanha os reviews sabe que não sou fã de Madison, mas é interessante acompanhar a personagem ficando bêbada e vulnerável ao lado de uma pessoa com quem ela não era lá muito chegada.

Gostei de ver Alicia no banho quente. Ui. Não pelo banho em si, mas por tudo envolvido: primeiro pelo clima de mistério no hotel (sabemos que existem pessoas vivas lá dentro em algum lugar); depois pela tentativa de papo cabeça sobre suicídio e desistir de tentar sobreviver; por último, a cena dos infectados se jogando da varanda dos apartamentos é uma das coisas mais pesadas que Fear já jogou na cara dos seus telespectadores – e achei isso sensacional.

Podemos ficar otimistas com o desenrolar desta segunda temporada. Quase dá para fingir que não estamos ansiosos para descobrir quem morreu em The Walking Dead. Quase.

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.