Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Review Gilmore Girls – Um Ano Para Recordar s01e01 – “Winter”

Na última sexta-feira, quase uma década após o fim da série, Gilmore Girls volta a ser exibida – agora pela Netflix -, sob o título de Gilmore Gilrs – Um Ano Para Recordar.  Esse retorno foi criado e executado em quatro capítulos, cada um com aproximadamente 90 minutos de duração e representando uma estação do ano na qual a história se passa.

Após tanto tempo sem a série, a saudade era imensa. Mas tenho uma boa notícia: o primeiro episódio, felizmente é excelente, e certamente agradará a maior parte dos fãs que acompanharam as temporadas anteriores. A grande sacada que justifica a qualidade positiva desta primeira parte, foi o fato de que a direção manteve todas as fórmulas que deram certo anteriormente. Portanto, o “mais do mesmo” funcionou eficientemente no capítulo de abertura da volta da série.

- Advertisement -

De maneira geral, pode-se destacar que o ambiente é praticamente o mesmo (a casa de Lorelai segue cheia de tranqueiras divertidas, a da Emily, elegante e com um arrumação impecável), os personagens estão como antes (mesmas características físicas, mesmos tipos de atitudes), e o roteiro segue o mesmo padrão de antes. Aliás, Lorelai continua cheia de piadas e de tiradas, e suas falas continuam rápidas e marcadas por referências diversificadas. Mas aqui é  preciso pontuar que algo interessante é divertido que acontece com essas habituais referências: elas foram atualizadas… Ou seja, menciona-se o Twitter, a Uber, há uma cena em que aparece um notebook da Apple, e agora a lanchonete do Luke oferece Wi-Fi aos clientes.

Além de tais detalhes genéticos, a primeira cena deste episódio inicial já é cativante: as protagonistas Lorelai e Rory encontram-se na queridíssima Stars Hollow, abraçam-se e comentam que estavam com saudades uma da outra, já que haviam ficado um tempo sem se verem (na série, Rory estava viajando). Ou seja, os primeiros diálogos de retorno da série, refletem exatamente o que se passa na mente da maior parte dos espectadores, e é, dessa forma, um diálogo que vale para todos aqueles que sentiram falta de Gilmore Girls. Essa troca de palavras sintetiza empolgadamente o que o telespectador está pensando assim que a cena começa. Genial, não? E esse comecinho que já é cheio de emoções, vai tomar um rumo ainda melhor!

Na sequência, durante aproximadamente vinte minutos não há nada de tão especial e/ou de diferente. Esse tempo consiste, em suma, numa reapresentação da cidade e dos personagens (que, conforme já mencionado acima, seguem o mesmo padrão das temporadas passadas). Porém, o tom humorístico cresce momentaneamente durante este tempo. Aqui, então, temos mais uma notícia boa e que, de qualquer forma, faz o episódio todo ser válido: as piadas estão naquele velho nível altíssimo, aquele humor ímpar que somente Gilmore Girls possui. Mas a trama, em si, começa mesmo a desenrolar-se quando Rory e Lorelai vão visitar Emily (mãe da Lorelai) e relembram (SPOILER) do velório de Richard (pai da Lorelai). Edward Herrmann, ator que o interpretava faleceu em 2014. Na série, portanto, a direção optou pela morte do personagem ao invés de uma possível substituição ou de qualquer tipo de troque apelativo de roteiro (como, por exemplo, aquelas viagens em que os personagens fazem para bem longe e por um longo tempo). Aliás, a cena do velório é triste, com certeza da pra emocionar ou, inclusive, arrancar umas lágrimas dos telespectadores. Foi uma boa opção, proporcionou um clima de bastante realismo.

Por falar em realismo, um dos pontos fortes do seriado é o fato de que as relações humanas são abordadas de maneira primoroso, como talvez nenhuma outra série tenha conseguido fazer. Isto significa que as vidas dos personagens não são idealizadas, não possuem perfeição e não possuem apenas aspectos positivos. Pelo contrário, o cotidiano de tais personagens é traçado por empecilhos, por tristezas, por frustrações, arrependimentos e problemas. Esta característica é evidente durante o primeiro episódio. As situações existenciais dos personagens não estão perfeitas. SPOILER: Rory, por exemplo, não tem aonde morar. Lorelai está casada há algum tempo, mas agora começa a sentir certa angústia por não ter tido filhos. Richard (como já mencionado) faleceu. Emily sente-se deslocada pela perda do marido. Ao espectador, resta aguardar ansiosamente para saber o caminho que tais fatos tomarão.

Por fim, um aspecto ótimo e válido para essa volta da série, é que atores que atualmente fazem grande sucesso, e que começaram em Gilmore Girls, irão aparecer ao longo dos quatro episódios. Alguns destes nomes são Milo Ventimiglia e Jared Padalecki.

Comentários