Review: Outcast s01e05 - "The Road Before Us" | Cinema de Buteco
Destaques Outcast

Review: Outcast s01e05 – “The Road Before Us”

Agora que estamos com cinco episódios posso dizer com segurança que Outcast não é um acidente. Não é uma série que começa bem e depois decepciona o seu telespectador. Dá vontade de continuar assistindo, de tão envolvente que é a trama e os seus personagens. Obrigado ao pessoal que pediu para eu escrever sobre a série.

Em “The Road Before Us”, seguimos acompanhando as investigações de Kyle e do Reverendo Anderson sobre os exorcismos do passado terem fracassado. Kyle continua preocupado achando que a sua ex-esposa pode ser uma das pessoas que permanecem sob domínio do mal e tenta conversar com ela.

Chamou muito a atenção o momento em que ficou explícito o ciúme e inveja do Reverendo em relação a Kyle. Quando encontram uma adolescente que deixou sua casa para morar na rua, o Reverendo pergunta o que Kyle tinha de tão especial, por quê ele foi o escolhido. É interessante porque não sabemos exatamente as consequências desse ciúme. Afinal, Kyle não escolheu isso e certamente nunca dedicou tempo para essa causa, ao contrário do reverendo… É como se a gente se esforçasse demais para conseguir se destacar ou ser notado, e chega uma pessoa que consegue tudo que queremos sem esforço.

Gosto da forma como a narrativa se desenvolve sem entregar as pistas para o telespectador. Nós vamos juntando as informações aos poucos, mas sem nunca ter algo oficial. Os demônios que ainda vivem nos corpos das vítimas parecem possuir um grande plano e Sidney, o misterioso homem do terno, foi enviado para controlar a situação e impedir eventuais ameaças, como Kyle.

Por opção dos produtores, o próprio Kyle é um dos grandes afetados pela narrativa. Nunca assistimos a tudo de uma vez sobre o seu passado. Aparentemente, a acusação de agressão contra a esposa foi uma invenção do próprio, para não ter que explicar para ninguém a verdade. Me pergunto sobre os motivos dele preferir não confiar na mulher de sua vida e permanecer sozinho, mas acho que essa questão deverá ser esclarecida no futuro.

Com mais um belo episódio, Outcast vai se garantindo como uma atração de qualidade para fãs de histórias de exorcismo e terror.

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.