Review: American Gods s01e05 – “Lemon Scented You”

american gods banner

Faltando apenas mais três episódios para o encerramento da primeira temporada de American Gods, as coisas começam a ficar meio loucas. Em “Lemon Scented You” acompanhamos o aguardado reencontro de Laura e Shadow, depois de assistir às explicações para o retorno da personagem na semana anterior.

O casal se estranha um pouco. O que é óbvio, considerando que a) Laura deveria estar morta; b) ela estava traindo Shadow com o seu melhor amigo. Mas a zumbi não se intimida e tenta partir para o ataque seduzindo o maridão. Acontece que o cara fica zoado demais para absorver tudo que estava acontecendo e aproveita uma chance para ir esfriar a cabeça fora do quarto.

Ele acaba sendo preso juntamente com o Mr. Wednesday. A partir daí temos os grandes eventos de “Lemon Scented You”, como a breve participação de Gillian Anderson fantasiada de David Bowie e Crispin Glover surgindo como um sujeito super poderoso que faz uma pequena “visita” a Shadow e Mr. Wednesday numa sala de interrogatório da delegacia – pouco depois de massacrar todos os agentes da lei ali presentes.

O que esse episódio apresenta para o público é uma inusitada lição de respeito pelos mais velhos. O nerdão cibernético que passa o terror em Shadow no piloto é obrigado a se desculpar aos “heróis” e se desespera ao perceber que eles estão deixando escapar a chance de acabar com os problemas matando Wednesday. Para ele, assim como é para os jovens, ser imprudente e desrespeitoso com gente mais velha significa resolver o problema com inteligência. Não é bem assim e ele paga um preço pela prepotência.

Paralelamente temos a continuação da busca de Mad Sweeney pela sua moeda da sorte. O humor de American Gods faz valer o episódio inteiro quando Laura finge de morta mais uma vez apenas para avacalhar com Sweeney.

Agora é continuar aguardando pelo episódio de amanhã e torcer para os momentos finais sejam dignos do romance de Neil Gaiman.

Lemon Scented You

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.