Review: American Horror Story: Hotel s05e03 “Mommy”

American Horror Story s05e03
Este episódio veio carregado de sentimentos e lembranças. Saímos um pouquinho do ambiente sombrio do hotel (que já estava cansativo, vamos combinar) e tivemos a chance de conhecer mais sobre as histórias de alguns personagens. Fiquei impressionada com a importância da Dra. Alex Lowe (Chloë Sevigny) para história dessa temporada. Pelo que entendemos da sua última cena, seu reencontro com Holden poderá abrir espaço para muitos acontecimentos. Nos dois primeiros episódios se via apenas uma médica pediatra, mãe de família e que sofre pelos problemas de seu casamento com John. Nessa semana conhecemos sua trajetória, passando desde sua infância infeliz, o vínculo intenso com Holden, o desespero que sofreu após seu sequestro.

Acompanhamos o drama da relação entre Íris e Donovan, com algumas explicações sobre o que levou Donovan a tratá-la de forma tão fria e indiferente. A experiência em atuar é evidente nessa cena. Kathy Bates, como sempre belíssima, e Matt Bomer, conseguiram passar toda emoção que precisava ser sentida. Com um diálogo com palavras “pesadas”, conseguimos sentir a dor de Íris, onde a única saída para o fim desse sofrimento, é a morte. Ironicamente, Sally a ajuda e então entendemos o porquê dos corpos ficarem vagando pelo hotel. Sua alma só terá descanso, caso não tenha assuntos inacabados com o lugar.

Além de algumas mortes irrelevantes, como da personagem Claudia (Naomi Campbell), tivemos também a estreia da atriz Angela Bassett, como Ramona Royale. Mais uma cria da Condessa, que teve sua vida arruinada pelo egoísmo de sua criadora. Elizabeth é o tipo de mulher que quer tudo e todos e se algo sai do seu controle, você sofrerá as consequências. Mas com Ramona, a vingança terá volta e com a ajuda de Donovan, podemos ter uma “guerra” em breve, pois ela irá atacar o ponto fraco de Elizabeth, suas mini criações (ou seria estoque de sangue puro?).

Além de todas as histórias contadas, tivemos um episódio cheio de apelos sexuais, sensualidade e mistério. Diferente do primeiro episódio, estou com as expectativas um pouco baixas, mas posso afirmar que está bem melhor que Coven e Freak Show.

Mylena Soares

Além do cinema, música e games estão entre suas maiores paixões. Decidiu largar a faculdade de Farmácia no quinto período para cursar Publicidade e se aventurar nesse universo de loucos.