Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Review: The Flash s02e03 – “Family of Rogues”

Ah, fala sério: qual a necessidade desse episódio? Mostrar que o Capitão Frio não tem o coração de gelo que parece ter? Eu não sei bem o que dizer desse capítulo, mas vamos lá, né?

Se você ainda não assistiu ao episódio, não leia. Vamos ter spoilers…

Review The Flash s02e03 – “Family of Rogues”

O terceiro episódio serviu para desfocar os acontecimentos do Barry, em resumo. Conseguimos perceber com mais clareza que existem outras personagens que podem, e irão, ser bem exploradas.

- Advertisement -

Capitão Frio tem uma personalidade ímpar, apesar de nunca achar ele totalmente maligno (fazer o quê se eu me apeguei?) e também de entender o seu amor por certos crimes, ele nunca se mostrou alguém ruim. Não sei se foi por isso, mas o decorrer da história foi um tanto quanto maçante. Estava mais que claro que Leonard Snart tinha seus motivos para “ajudar” seu pai e que o Barry-Bom-Moço iria se intrometer na história, de alguma forma.

Contudo, “Family of Rogues” foi mais para desenvolver Snart e introduzi-lo como um dos protagonistas da futura séries da CW para o próximo ano, Legends of Tomorrow.

A trama principal, envolvendo buracos-negros e Zoom, foi mencionada de maneira tão sucinta que nem fez diferença. Quanto ao semi-romance de Cisco e Lisa Snart… mal dá para entender por que ainda existe, né?

A série está evoluindo, apesar desse pequeno impasse. Alguns elementos estão sendo jogados para que nós consigamos entender. Dr. Wells aparecendo, de alguma forma, nos episódios está deixando todos mais ansiosos para saber se é o verdadeiro Wells ou Eobard… E sim, isso complica ainda mais nosso pensamento sobre teoria espaço-tempo e outras dimensões…

Comentários