Review: The Night of s01e01 - "The Beach" | Cinema de Buteco
Séries e TV

Review: The Night of s01e01 – “The Beach”

Richard Price é o roteirista responsável por O Preço de um Resgate (1996) e Crimes Ocultos (2015). Duas obras tensas, bem escritas com seus personagens em situações de limite, e que sugam o público para dentro da ação. Nós sentimos a dor e medo daqueles que estão em cena. Na estreia da mini-série The Night of, Price não decepciona e cria um dos grandes momentos da televisão em 2016.

Um jovem, Naz, pega o táxi do seu pai emprestado para ir até uma festa. No meio do caminho, ele recebe uma passageira e eles acabam se envolvendo. Depois de muitas dorgas, alegria sem roupa e brincadeiras esquisitas com facas, ele acorda na cozinha (e com a fucking porta da geladeira aberta) e descobre que alguém matou a garota. Ele tenta fugir, mas acaba tendo o azar de cruzar com uma viatura da polícia e é levado para a delegacia por dirigir bêbado. Ao mesmo tempo em que os policiais recebem o chamado para um assassinato…

Interpretado por Riz Ahmed, o protagonista é um típico jovem desajustado e inseguro. Seu único desejo era ir para uma festa, conhecer garotas e se divertir. Naz é um cara do bem e deu azar de pegar a passageira errada, uma jovem provavelmente envolvida com alguma organização criminosa e que sabia que corria risco de vida se ficasse sozinha. Naz foi uma presa fácil. Diante uma jovem linda, ele consumiu drogas e se aventurou para não perder a sua “grande” chance. A ingenuidade do personagem é cativante, o que já garante o envolvimento do telespectador imediatamente.

A direção de Steven Zaillian, mais conhecido pelo seu Oscar de Roteiro em A Lista de Schindler e as indicações por Gangues de Nova York e Moneyball, conquista o público rapidamente por todo o cuidado em mover a narrativa lentamente, de uma forma angustiante em que o telespectador fica apreensivo por ter todas as informações que os outros personagens não possuem. Toda a sequência dentro da delegacia é eletrizante. Nós torcemos pelo protagonista escapar e lamentamos quando a policial descobre a faca do crime na sua jaqueta. Uma construção excelente, que começou logo no começo do episódio e foi lentamente se desenvolvendo.

Pelo teor do piloto, imagino que The Night of abordará questões interessantes para causar reflexão no seu público. De cara fica explícito o problema racial (Naz é chamado de “Mustafá” e ouve piadas sobre explosões) num período delicado em que muitos confrontos estão acontecendo nos EUA. Parte destes conflitos acontece justamente pelos preconceitos e incompetência dos agentes de segurança. A série não poupa o despreparo desses homens e mulheres ao mostrar claramente como os agentes batem cabeça e não assumem responsabilidades. Chega a ser risível, claro, mas é assustador saber que como esses personagens da ficção existem milhares por aí na vida real.

Serão apenas oito episódios para acompanharmos o desenvolvimento desse misterioso crime e durante essas próximas seis semanas, vocês terão textos de todos os episódios aqui no Cinema de Buteco. Espero que alguém esteja acompanhando essa série…

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.