Review: Demolidor s02e10 – “The Man in the Box”

O Cinema de Buteco adverte: o texto a seguir possui teorias e spoilers das HQ’s que podem vir a serem aproveitados na série.

Demolidor the man in the box

“The Man in the Box” começa com a promotora Reyes com o cu na mão depois da fuga de Castle. Finalmente é confirmado que ela estava ligada aos atos que culminaram na morte da família do Justiceiro e se coloca como potencial vítima da jornada por vingança do sujeito. Paralelamente, Murdock e Karen continuam a sua busca por explicações para a fuga de Castle dias depois do fim do seu julgamento e prisão.

Com uma série de novas mortes acontecendo (e a suspeita de todos em cima de Castle), Murdock e Karen concordam que Wilson Fisk possa ser o responsável pela fuga do Justiceiro. Enquanto Karen continua  bancando a jornalista (e acreditando que Frank Castle não é o assassino da vez), Murdock decide visitar Fisk na prisão.

É impressionante como Vincent D’Onofrio chuta traseiros na pele de Wilson Fisk. O duelo verbal entre o vilão e Matthew Murdock é incrível. Tudo começa com Fisk usando uma máscara de cinismo para responder as perguntas do advogado, mas basta ouvir o nome de Vanessa para sua expressão mudar e ele literalmente partir para a agressão. E ele realmente dá muito na cara de Murdock, que mantém a sua própria farsa de cego indefeso.

Desconfio que ainda teremos a participação de um terceiro personagem muito conhecido dos fãs nessa temporada. As chances do Mercenário ser a figura tentando incriminar Frank Castle são imensas e isso reforça uma teoria de que a pobre Elektra pode ser assassinada já no final do segundo ano. Ou não.

Para não me confundir depois, meu ranking até o momento está assim: Episódio 4, 9 e 10. E ainda destaco o 5 e 6. A partir do retorno de Fisk, passei a gostar mais da temporada, mas a trama não me prendeu tanto quanto no ano passado.

Pessoalmente, sempre que leio “Man in the Box” lembro de Alice in Chains. Portanto, como bom fã que sou, encerro o post com essa porrada linda que até combina bem com a série Demolidor.

Tullio Dias

Dizem que sou legal, mas eles estão mentindo só para me agradar. Gosto de Molejo, acho Era Uma Vez no Oeste uma obra-prima, prefiro baixo de quatro cordas do que os de cinco, tenho um MBA de MKT Digital e um curso de Publicidade, não tenho filhos, não tenho um coração, mas me derreto por caipirinhas.