Cinema por quem entende mais de mesa de bar

Review: The Walking Dead s07e07 – “Sing me a Song”

The Walking Dead s07e07 “Sing me a Song” é o segundo melhor episódio desta sétima temporada até o momento. O título é uma referência clara à HQ em que Carl invade o Santuário para matar Negan e, após ser capturado, sofre uma grande tortura psicológica que termina com o vilão o obrigando a cantar uma música.

Uma das sensações mais fodas que The Walking Dead costuma dar para o seu público é quando faz releituras de momentos icônicos dos quadrinhos, como a incrível tentativa de Carl em matar Negan. Claro que sem a mesma intensidade, mas ainda assim interessante o bastante.

Toda a linguagem corporal de Jeffrey Dean Morgan na pele do vilão Negan é arrepiante. O jeito dele curvar o corpo pra trás, todo bonachão é o que torna o personagem especial. Esse episódio mostra o quanto as pessoas no Santuário temem Negan. Temos o respeito através do medo, que fica muito bem representado no meio das mulheres do seu harém pessoal (que deixa Carlinhos impressionado).

- Advertisement -

The Walking Dead consegue transformar o taco de baseball Lucille em uma personagem, exatamente como o louco Negan se esforça tanto para convencer as pessoas. Depois de obrigar Rick a segurar o seu taco (ui), Negan agora faz uma verdadeira tortura psicológica com Carlinhos e usa Lucille para realizar o trabalho. O telespectador consegue entender (e até compartilhar) o medo que Lucille desperta. Estamos condicionados a entender que ela por perto pode significar que algo irá dar muito ruim.

O episódio também começa a desenvolver um pouco mais dos arcos de histórias para a conclusão da temporada. Spencer segue por um caminho de rebeldia em que contesta a liderança de Rick. Isso provavelmente não acabará bem para alguém, ainda mais depois do cara encontrar um monte de suprimentos e demonstrar um semblante de confiança tola. Será que ele se acha apto mesmo a liderar Alexandria? Paralelamente temos Michonne tentando buscar a sua própria vingança e totalmente alheia ao fato de que Carlinhos é um refém de Negan; Rick e Aaron tentando encontrar alimento para ceder pro vilão; e Rosita conseguiu a sua tão desejada única bala para a sua arma. Ah, claro! E Daryl conseguindo uma chave para escapar. Mas quem será que o ajudou? Dwight ou Sherry?

Semana que vem teremos o último episódio da midseason e a previsão é de tiro, porrada e bomba. Ainda que nem todas as peças estejam em seu devido lugar, mas a verdade é que finalmente, depois de seis semanas, tivemos um episódio que conseguisse envolver o seu público além das constantes apresentações que assistimos até o momento.