Sobre

No ar desde 2008, o Cinema de Buteco é um portal formado por amigos que têm em comum o amor pelo cinema, e que, cansados de tanto discutirem sobre cinema nos butecos de Belo Horizonte, resolveram criar uma página na internet para registrar suas opiniões e reflexões. A intenção aqui é comentar qualquer tipo de filme (até os do Michael Bay), privilegiando uma escrita descontraída e que possa alcançar o público não-cinéfilo.

São críticas de vários colaboradores, cada uma com uma formação diferente, mas que têm em comum a paixão pelo cinema e pelas discussões filosóficas durante uma visita ao bar mais próximo. Apesar do site ter nascido na capital dos butecos, a equipe extrapolou as montanhas mineiras e possui cinéfilos/butequeiros em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e até de Berlim!

Mesmo levando o nome Cinema de Buteco, nosso portal ultrapassou as barreiras da sétima arte e agora conta com categorias exclusivas para literatura, séries de TV, eventos, games e até teatro! Com nove anos no ar, seria impossível não acontecer tal evolução, não é mesmo? Tudo com informação de qualidade sendo transmitida da maneira mais simples possível. O Cinema de Buteco também trabalha com colunas, videocasts, podcasts, playlists e listas.

Cinema por quem entende mais de mesa de bar.

Equipe:

  • Direção geral: Tullio Dias
  • Programação e layout: Joubert Maia, Lucas Paio e Felipe Borba
  • Marketing e Social Media: Felipe Borba, Tullio Dias e Daniela Pacheco

Colaboradores

  • Alex Gonçalves, Graciela Paciência, Juliana Vannucchi, Larissa Padron, Leonardo Lopes, Leonardo Lopes Carnelos, Marcelo Seabra, Patrícia Torres, Sarah Rezende e Walter Riedlinger

Quer ser um dos nossos parceiros? Basta entrar em contato com contato@cinemadebuteco.com

 

  • Traz um sentimento mega nostálgico escutar a história de vocês sobre a formação do Cinema de Buteco; acabei por recordar de longínquo tempo de faculdade onde eu e uma turma de amigos não perdíamos nenhuma estréia na minha saudosa terra Belém do Pará. Eu fui garota criada ao lado do querido Alexandrino Moreira, por coincidência mineirinho, que era o dono dos cinemas de arte do Pará e crítico de cinema do Jornal Liberal, imagina minha sorte… nunca paguei uma entrada enquanto adolescente (rssss) e aprendi a amar o mundo da arte e entretenimento como ninguém.
    Desculpem o desabafo, era apenas para dizer que gosto muito do trabalho de vocês e sempre dou um pulo aqui no site quando quero saber se vale a pena ver algum filme ou não.
    Não sei o que vocês pensam sobre o universo asiático, tem uns filmes que valem muito, mas eu sou suspeita a falar, adoro um live action dos famosos animes japoneses.
    Grande abraço ” Turma do Buteco”