Cinema por quem entende mais de mesa de bar

As Músicas de Capitã Marvel: Conheça a trilha sonora do filme

Quer saber quais são as músicas que tocam em Capitã Marvel? Então presta atenção nesse post especial com a trilha sonora de Capitã Marvel e já prepara para ouvir no YouTube e Spotify.

Esses dias apresentei uma edição do 365 Filmes em um Ano reclamando que a Marvel havia deixado de lado o rock após o primeiro Vingadores e que as músicas do AC/DC ou Black Sabbath presentes em Homem de Ferro faziam parte do pacote inicial concentrado em pessoas que gostam de rock.

Na medida em que as produções foram ficando mais populares, a pegada mudou bastante. Tanto que Guardiões da Galáxia investe firme nos clássicos da Motown ou canções da década de 1980. Uma exceção ou outra (Spoon em Homem-Aranha: Homecoming; alt J em Guerra Civil), o rock ficou na geladeira até Capitã Marvel.

- Advertisement -

Claro que a narrativa acontecer nos anos 1990 ajuda demais com isso. Nirvana, REM, Garbage, No Doubt e Hole emprestam seus clássicos para a trilha sonora da primeira aventura solo da personagem – e isso é um motivo e tanto para gostar mais de Capitã Marvel.

Sem enrolar… ouça as músicas logo abaixo:

“Just a Girl” – No Doubt

Carol Danvers descobre como é viver 100% dos seus poderes e isso deixa os bandidos extraterrestres refletindo como enfiaram o pé na jaca encarando “apenas uma garota”. Vale eleger “Just a Girl” como um dos melhores momentos musicais da Marvel até hoje?

“Only Happy When it Rains” – Garbage

“Celebrity Skin” – Hole

A louca (ou genial) Courtney Love viveu o auge da sua carreira com o Hole no final dos anos 1990 (o que causa estranhamento, afinal “Celebrity Skin” só foi lançada três anos depois do período em que Capitã Marvel acontece) e é a faixa escolhida para os créditos finais do longa-metragem.

“Come as You Are” – Nirvana

Como é que se apresenta uma história que se passa em 1995 e não coloca Nirvana na trilha sonora? Impossível, né? “Come as You Are” toca na cena em que Carol Danvers vai trocar uma ideia com os vilões e abala todo o controle mental que exerciam nela. É legal que a própria Annette Benning comenta sobre a vibe da música de Kurt Cobain enquanto faz uns movimentos corporais que parecem ser passos de uma dança. Ou algo assim.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.