Cinema por quem entende mais de mesa de bar
Navegação na tag

Daniel Day-Lewis

Crítica: Trama Fantasma

Reynolds Woodcock (Daniel Day-Lewis, incrível) é um renomado e metódico estilista britânico nos anos 50, que ama seu trabalho e vive cercado por mulheres, entre elas sua irmã Cyril (Lesley Manville), que possui forte influência sobre ele.…

Gangues de Nova York

TODO ARTISTA COLOCA ALGO DE SI MESMO EM SUAS OBRAS. Martin Scorsese, com toda a sua genialidade, não poderia ser uma exceção à regra. Fascinado pela história do cinema e perdidamente apaixonado por Nova York (Marty cresceu no bairro…

Sangue Negro

APESAR DE SE PASSAR NO INÍCIO DO SÉCULO XX, Sangue Negro pode ser entendido como uma crítica às indústrias petroleiras contemporâneas, o que incluiria a obra na onda de filmes políticos norte-americanos que surgiram após o 11 de setembro.…

Lincoln

O QUE HÁ DE MAIS PECULIAR NA HISTÓRIA DE UM PAÍS, é que é realmente impossível agradar a todos, e se tratando dos Estados Unidos ainda mais, já que eles possuem um sistema de Federação e não de República e também um sistema de…

O Mundo de Jack e Rose

O MUNDO DE JACK E ROSE TEM UM ELENCO RESPEITÁVEL – do tipo que conseguiu reunir Catherine Keener, Paul Dano e Beau Bridges -, mas é mais uma prova da genialidade de Daniel Day-Lewis. Ele ri, chora, emagrece, faz sotaque, tem dilemas morais…

A Insustentável Leveza do Ser

De 1988, do diretor Philip Kaufman, baseado na obra homônima de Milan Kundera. Pra quem se interessar no filme, aconselho ler o livro antes, pra assim entender certos detalhes do filme, certas sutilezas e até mesmo simplesmente ler por…