Cinema por quem entende mais de mesa de bar

10 casais do cinema

ESTA LISTA ELEGE os meus 10 casais favoritos do cinema.  Aqueles que são especiais, divertidos, cheios de drama e clássicos. Aproveitem e vejam os filmes relacionados a eles, todos muito legais (ok, nem todos).

Rose e Jack (Titanic)

titanic7wk

- Advertisement -

Escolhi estes porque são O casal clássico com A história clássica: mocinha rica se apaixona pelo rapaz pobre, mas o amor é proibido porque ela vai casar com o cara rico e escroto. Titanic é um filme longo, de 3 horas, onde 1h30m é só deles chamando um ao outro (“Oh Jack, Oh Rose”) e a outra 1h30m é gente morrendo, muita água e a luta deles para saírem dessa vivos.  Como Romeu e Julieta, o final é trágico (e nem é spoiler porque todo mundo já sabe): Jack morre, Rose sobrevive num pedaço de madeira que dava PARA OS 2.

A lição que levamos deste casal é: O amor é chato, meloso e pode te matar de frio.

 

Summer e Tom (500 Dias Com Ela)

tom-summer-500-days-500x303

A primeira vez em que vi este filme me identifiquei imediatamente com o Tom: um menino sonhador que vê numa colega de trabalho o amor da sua vida. Claro, ela não sabe dessa obsessão e só fica com ele porque ele é bonitinho, legal e beija bem. Quando de repente ela lhe dá um pé na bunda, ele começa a rever a sua vida e vê o que fez de errado e o que poderia fazer diferente. Quem nunca? Há quem diga que na verdade Summer era uma fdp e ela nem era tão especial. Maldade, minha gente…

A lição que levamos deste casal é: O amor é uma decepção e você nunca deve escutar Smiths no elevador.

Clementine e Joel (Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças)

1253169290238_f

O filme não necessariamente é romântico, é mais metafórico e filosófico. A história começa quando o casal em questão termina e Clementine (meio doida, meio livre, totalmente chata) vai numa clinica em que apagam a memória ela decide apagar sua história com o seu ex, que ao ficar sabendo enlouquece e acaba fazendo o mesmo. A obra é meio complicada à primeira vista, mas maravilhosa na segunda, terceira… Melhor papel da vida de Jim Carrey e Kate Winslet está sensacional.

A lição que levamos deste casal é: O amor é complicado e que você nunca, mas nunca deverá se apaixonar por uma mulher que muda a cor do cabelo constantemente.

Mark e Bridget (Diário de Bridget Jones)

464482-bridget_jones_mark_darcy

“Toda mulher é um pouco Bridget Jones”, já dizia uma comunidade do Orkut. Filme que conta a vida frustrada de Bridget, uma gordinha de 30 e poucos anos sem namorado e com um emprego mais ou menos. Mark Darcy (este homem <3) é apenas um secundário chato que aparece de vez enquanto na vida de Jones até que tudo muda quando ele faz A declaração para ela. Uma cena clássica da história do cinema.

 A lição que levamos deste casal é: O amor aparece de surpresa e quem sabe você pode acabar encontrando o seu próprio Mark Darcy.

Alvy e Annie (Noivo Neurótico, Noiva Nervosa)

ANNIE_HALL_DIANE_KEATON

Este longa-metragem é um clássico sobre o romance. Feito nos anos 70 com um casal da vida real (Woody Allen era casado com Diane Keaton na época), conta a história de duas pessoas que terminam, mas que depois voltam, mas terminam de novo e assim vai. Cheio de frases de efeito sobre o amor (melhor que estas que você lê no seu Facebook), é ótimo para se ver em qualquer época do ano e da sua vida.  

A lição que levamos deste casal é: O amor vai ter ensinar muitas lições.

Christian e Satine (Moulin Rouge)

500full

Uma história de amor cantada e cheia de glitter e glamour. Tudo acontece na França no começo do século passado quando Christian, um poeta inglês (lindo, lindo, lindo) desembarga na capital boêmia para trabalhar como autor. Como um bom filme romântico, seu destino muda ao conhecer a cortesã Satine (Nicole Kidman, você nunca mais a verá tão linda). Tudo acaba tragicamente quando…. Bem, para ser um bom longa-metragem romântico, alguém tem que morrer, certo? Claro que o amor deles é impossível, ela estava prometida para outra pessoa, etc etc…

A lição que levamos deste casal é:  o amor nos dá vontade de cantar.

Shrek  e Fiona (Shrek)

personagens-shrek-e-fiona-be9d4f

Não é bem um filme romântico, mas Shrek e Fiona são um casal clássico de ogros (há). Nem tudo é bonito… O amor deles é cheio de lama, mau cheiros, melecas e nojeiras. Para tirar da sua cabeça que o amor é limpinho, porque bem, não é.

A lição que levamos deste casal é:  O amor é nojento

Danny e Sandy (Grease)

Sandy-Danny-grease-the-movie-20408701-1200-828

Outro filme cheio de canções. História de uma boa moça que se apaixona pelo bad boy da escola. Verdadeiro clássico. No final, ela mostra a todo mundo que não é boa nada, se veste de preto e canta aquela canção que todo mundo conhece! Ótimo e divertido filme.

A lição que levamos deste casal é:  O amor te transforma.

Patrick e Kat (10 coisas que eu odeio em você)

Patrick-Verona-Kat-Stratford

Ahhhhhh, como eu adoro filmes dos anos 90! Patrick e Kat são coadjuvantes na história principal do filme:  Cameron (Joseph Gordon- Levitt, novinho) quer sair com Bianca, que é irmã de Kat, uma Riot girl. Para ele conseguir sair com a moça convence o bad boy Patrick a sair com a irmã dela. No começo o casal se estranha, mas como um bom filme romântico… Bom, não vou dar spoiler. Mas é neste filme que tem aquela cena da declaração de amor em forma de poesia na sala de aula.

A lição que levamos deste casal é:  O amor é confuso.

Cindy e Dean (Namorados Para Sempre)

bluev2

O ultimo casal é trágico: Cindy e Dean estão terminando o casamento e querem que o amor que um dia foi forte volte.  Ao longo do drama, eles relembram os bons momentos juntos. Este casal e filme não é legal para ver no dia dos namorados, mas mostra que o amor um dia acaba.

A lição que levamos deste casal é:  O amor acaba. E normalmente, nada bem.

Comentários