Continuações de Millennium estão ameaçadas | Cinema de Buteco
Notícias

Continuações de Millennium estão ameaçadas

rooney-mara-e-daniel-craig-em-cena-de-millennium-os-homens-que-nao-amavam-as-mulheres-de-david-fincher-1323992507526_560x400 Continuações de Millennium estão ameaçadas
De acordo com o Hollywood Reporter, parece que a Sony estaria considerando a chance de mesclar A Menina Que Brincava com Fogo e A Rainha do Castelo de Ar em um único filme.

Em tempos em que um livro pequenininho vira três de três horas de duração, a notícia até que poderia ser comemorada, mas sabemos que os motivos não são nada nobres: Millennium – Os Homens Que Não Amavam as Mulheres arrecadou apenas 233 milhões de Obamas, para um orçamento de 90 milhões. Em Hollywood a conta é a seguinte: se não fizer no mínimo três vezes o valor gasto, o filme é considerado um fracasso.

Sem grana, sem acordo. A intenção parece reduzir os gastos, cortar David Fincher (diretor do primeiro filme), e encerrar a trilogia com o livro The Girl in the Spider’s Web, que não foi escrito por Stieg Larsson, mas dá prosseguimento para as histórias de Lisbeth Salander.

O “chato” é que a Sony já gastou uma nota com o roteiro que Steve Zaillian escreveu para a continuação e engavetar um trabalho desses não agrada a produtora Amy Pascal. Na verdade, o mais chato mesmo é saber que existe mesmo a chance de David Fincher não retornar para os próximos filmes, o que é totalmente frustrante. Se Rooney Mara e Daniel Craig pularem fora, a solução mais decente seria a Sony cancelar o projeto de vez.

Redação do Buteco

Cinema por quem entende mais de mesa de bar.