O segredo do universo Invocação do Mal

O segredo do universo Invocação do Mal

Série de filmes ultrapassa $ 1 bilhão nas bilheterias.

Não são somente blockbusters que têm sucesso no cinema. Um universo que tem feito bonito nas bilheterias é o assustador Invocação do Mal, que já soma $ 1 bilhão em arrecadação.

Tudo começou em 2013, quando o primeiro filme da série agradou a crítica e os espectadores e arrecadou $ 318 milhões. Um ano depois, a Warner Bros lançou o spinoff Annabelle, que somou mais $ 256 milhões. Em 2016, foi a vez de Inovação do Mal 2 repetir o resultado. Este mês, estreou Annabelle 2: A Criação do Mal e a produção já fez mais de $ 100 milhões após pouco mais de uma semana em cartaz.

Futuramente, temos mais dois longas planejados: The Nun, previsto para julho do ano que vem, e The Crooked Man, ainda em desenvolvimento pelo estúdio. Provavelmente vão se dar bem também.

Qual o segredo para tamanho sucesso?

O terror sempre foi um gênero interessante de ser explorado, o qual teve diversas produções bem-sucedidas na história, como Pânico, A Bruxa de Blair, O Iluminado e O Exorcista. Na última década, vimos Hollywood apostar em peso em longas de baixo orçamento, os quais, em sua grande maioria, geraram bastante lucro. Jogos Mortais, Amizade Desfeita, Atividade Paranormal, Quando as Luzes se Apagam, Mama e Ouija são bons exemplos disso.

Os quatro filmes do universo Invocação do Mal custaram, juntos, $ 80 milhões. Ou seja, dá pra imaginar o lucro enorme dos envolvidos, já que o faturamento de todos chegou a $ 1 bilhão! É possível entender o interesse da Warner em continuar distribuindo as produções que estão sendo feitas: custam pouco e as bilheterias são extraordinárias.

Outro segredo para tal desempenho é a qualidade. De maneira geral, todas películas tiveram uma recepção positiva da imprensa e audiência, o que torna o boca-a-boca positivo e impulsiona a venda de ingressos.

Não sabemos até onde a franquia assustadora vai, mas os casos reais de Ed e Lorraine Warren dão pano pra manga. Se Hollywood quiser, pode fazer muitos filmes ainda. E muito dinheiro, é claro.

 

Daniela Pacheco

Fascinada por cinema desde pequena. Ídolos? River Phoenix, Audrey Hepburn, Wagner Moura e Marion Cotillard.