Cinema por quem entende mais de mesa de bar

365 Filmes em um Ano #126- Vampiros de John Carpenter

EXISTE UMA AVALIAÇÃO VELADA NO CINEMA CHAMADA “REGRA DOS 15 ANOS”. Não sei quem inventou, mas sei que essa regra costuma ser cruel com aquelas produções que nos cativaram no passado. Vampiros de John Carpenter nunca foi um “queridinho”, embora eu seja muito fã do seu diretor. No entanto, após 21 anos de seu lançamento lá em 1998, tenho a convicção em afirmar que se trata de um incrível exemplar do “cinema canalha”.Sabemos que o cinema sempre foi um retrato da sociedade e a cada ano evoluímos mudando determinados padrões de comportamento. É bem verdade que dificilmente um roteiro desses teria luzes verdes para ser filmado, afinal não é nada aceitável ver personagens masculinos vomitando machismo em cena. Claro que acontece, só que nada parecido com o que acontece nesse filme de vampiro bem classe b.É curioso como o tempo nos faz refletir e sentir as obras de uma forma diferente. Apesar de nunca ter sido fã dessa bagaceira, tinha uma memória afetiva bem forte de ter visto essa obra nos cinemas e me divertido (como todo adolescente fã de filmes de vampiros) bastante com os caçadores de dentuços. Com 13, 14 anos de idade, a gente não tem a menor capacidade de problematizar acontecimentos. Já com 33, as coisas ficam um pouco complicadas de aceitar.

Leia a crítica de Vampiros de John Carpenter no Cinema de Buteco:
http://bit.ly/2VbQ6AP

- Advertisement -

O Projeto 365 Filmes em um Ano é apresentado por Tullio Dias, escritor e Co-fundador do portal Cinema de Buteco, especialista em listas e críticas de cinema.

Acesse as redes sociais do Cinema de Buteco para ficar por dentro das críticas de filmes, dicas de lançamentos nos cinemas e muito mais:
Instagram – http://bit.ly/2TYLppc
Twitter – https://twitter.com/cinemadebuteco
Facebook – http://bit.ly/2uxWMZF
http://bit.ly/2wcYGSF

Acompanhe o Tullio Dias pelas suas redes sociais
Twitter – https://twitter.com/2t_dias
Instagram – http://bit.ly/2BHj1AW